Lance Giovani Decker analisa impacto que reality show do BJJ Stars pode causar no mercado: 'Ampliar a base de fãs'

Giovani Decker analisa impacto que reality show do BJJ Stars pode causar no mercado: 'Ampliar a base de fãs'

Giovani Decker analisa impacto que reality show do BJJ Stars pode causar no mercado: 'Ampliar a base de fãs'

Lance
Lance

Lance

Lance

No próximo dia 8 estreia o The New Star, reality show promovido pelo BJJ Stars para revelar as novas estrelas da companhia. 16 faixas-pretas, sendo oito homens e oito mulheres, divididos em duas equipes de oito lutadores e com treinadores diferentes a cada semana disputam o grande prêmio do programa, que irá ao ar às segundas e quintas no canal oficial do BJJ Stars no Youtube (bjjstarsoficial).

Um dos sócios do BJJ Stars, Giovani Decker falou sobre a expectativa dos impactos que o reality show deve causar no mercado brasileiro. Vale lembrar que o UFC, de quase falido, se tornou uma das marcas esportivas mais populares dos EUA após a primeira edição do The Ultimate Fighter, em 2005. No caso da companhia brasileira, a situação é bem diferente da qual a americana passava naquela época, mas o objetivo é o mesmo.

"O Jiu-Jitsu tem milhões de praticantes no Brasil, mas obviamente, como negócio, nosso objetivo é ampliar essa base para os não praticantes. O poder de um reality show é exatamente falar tanto com a comunidade quanto com a não comunidade", projeta o executivo. "Aos poucos as marcas entendem que o BJJ Stars não é só um evento, mas, sim, a construção de todo um negócio a longo prazo. Então cada vez mais marcas se aliam à gente e não foi diferente agora para o reality."

Serão 30 dias de confinamento, período em que os faixas-pretas irão treinar, fazer dieta, lutar, cumprir toda uma rotina de atleta de alto rendimento e também participar de festas promovidas pela produção para que tenham momentos de lazer. Giovani Decker destaca a doutrina das artes marciais, fundada em respeito, mas lembra da pressão da convivência e do confinamento que pode fazer com que os lutadores fujam do planejado.

"Uma das grandes premissas das artes marciais é o respeito ao próximo, mas vamos ver. A gente não sabe como o pessoal vai se portar em um ambiente de confinamento, ainda mais com concorrentes ao mesmo sonho. Essa limitação gera um estresse maior, que pode desencadear em uma série de situações inesperadas. Vamos ver, é uma curiosidade que eu também tenho", confessa.

A cerca de 10 dias para a estreia do The New Star, seis participantes já foram anunciados pela produção: entre os homens estão Lucas Bernardes, Marcos Petcho e Axel Roger; e, entre as mulheres, Sabatha Laís, Victória Ulrich e Ingrid Alves. Serão lutas eliminatórias semanais, de kimono e sem. Quem vencer avança à fase seguinte; quem perder, sai da disputa, mas permanece na casa ajudando os companheiros e de reserva caso seja necessária alguma substituição.

Últimas