Novo Coronavírus

Futebol Vigilância Sanitária: 'Flamengo se comprometeu a atender normas'

Vigilância Sanitária: 'Flamengo se comprometeu a atender normas'

Clube e órgão tiveram reunião na tarde da última sexta, após Rubro-Negro não liberar entrada de representante da Vigilância no Ninho do Urubu

Lance
Flamengo foi multado por Vigilância Sanitária do Rio de Janeiro

Flamengo foi multado por Vigilância Sanitária do Rio de Janeiro

Lance

A agitada semana do Flamengo se encerrou na última sexta-feira, já que jogadores estão de folga neste fim de semana, sábado e domingo, após treinos no Ninho do Urubu - apesar de não estar oficialmente autorizado pela prefeitura e governo do Rio de Janeiro. Na última tarde, um representante do clube teve de ir à sede da Vigilância Sanitária para prestar esclarecimentos após o veto à entrada da fiscalização no CT, quinta última.

Via assessoria de imprensa, a Vigilância Sanitária emitiu uma nota na qual explica a motivação da visita, que foi devido a uma "denúncia de descumprimento ao Decreto RIO 47.282/20, referente a normas de restrição de aglomeração, medida essencial ao enfrentamento da pandemia" do novo coronavírus. Além disso, diz que o Fla e comprometeu a atender as normas:

- O clube (Flamengo) se comprometeu a atender as normas sanitárias fundamentais para a prevenção de riscos à saúde pública - diz trecho da nota.

O Rubro-Negro chegou a ser multado pelo veto à fiscalização, através da prefeitura: R$ 2.967,00 por desrespeitar o Código Sanitário do município.

Veja o comunicado da Vigilância Sanitária na íntegra:

"Fiscais da Subsecretaria de Vigilância Sanitária, pasta vinculada à Secretaria Municipal de Saúde, e da Coordenadoria de Licenciamento e Fiscalização da Secretaria Municipal de Fazenda estiveram na tarde desta quinta-feira, 21/05, no Centro de Treinamento do Clube de Regatas do Flamengo para conferir denúncia de descumprimento ao Decreto RIO 47.282/20, referente a normas de restrição de aglomeração, medida essencial ao enfrentamento da pandemia da COVID-19. Na chegada, a equipe foi impedida de entrar sob alegação de não haver funcionário do setor administrativo para acompanhar a inspeção, infringindo o Código Sanitário do Município do Rio de Janeiro (inciso X, Art. 30 do Decreto 45.585/18). Diante disso, o estabelecimento foi autuado e o responsável notificado a comparecer na sede da Vigilância nesta sexta, 22, para prestar esclarecimentos quanto à denúncia e também ao fato ocorrido.

Representantes do Clube de Regatas do Flamengo estiveram na Vigilância Sanitária nesta sexta-feira, 22/02, para esclarecer por que fiscais do órgão e da Coordenadoria de Licenciamento e Fiscalização da Secretaria Municipal de Fazenda foram impedidos na quinta, 21/05, de entrar no centro de treinamento que, por isso, acabou multado. No encontro, técnicos da Vigilância reforçaram a importância do cumprimento do Decreto RIO 47.282/20, com medidas de enfrentamento à pandemia de Covid-19, como a restrição de aglomeração. O clube se comprometeu a atender as normas sanitárias fundamentais para a prevenção de riscos à saúde pública."

Curta a página do R7 Esportes no Facebook.

Craques europeus! Veja atletas que podem reforçar clubes brasileiros

Últimas