Futebol Torcedores protestam em hotel e aumentam a pressão no Santos

Torcedores protestam em hotel e aumentam a pressão no Santos

Um grupo de torcedores foi até o hotel em que a delegação do Santos passou a noite em São Paulo e cobrou os jogadores. Peixe não vence há cinco jogos e Diniz está pressionado

Lance
Lance

Lance

Lance

Os jogadores do Santos foram recebidos sob protestos por um grupo pequeno de torcedores na chegada ao hotel em que a delegação passou a noite desta quinta-feira, em São Paulo. Os jogadores foram cobrados e xingados, mas nãom houve nenhuma agressão.

O Santos embarcou para Cuiabá na manhã desta sexta, mas passou a noite em São Paulo. Na tarde desta sexta, a equipe treina no estádio Eurico Gaspar Dutra, na última atividade antes da partida contra o Cuiabá neste sábado, ás 21 horas, na Arena Pantanal, pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

O protesto no hotel aumenta a pressão por um resultado positivo na partida deste sábado. O Peixe não vence há cinco jogos e o técnico Fernando Diniz é muito questionado por torcedores e parte dos conselheiros.

O presidente Andres Rueda, apoiado pelo vice-presidente José Carlos de Oliveira, pretende dar tempo e reforços ao treinador. Os dois principais dirigentes do Peixe entendem que o Santos perdeu jogadores importantes nas últimas semanas (Luan Peres, Alison e Kaio Jorge negociados e Marinho lesionado) e que o treinador não teve tempo para treinar adequadamente.

Nesta quinta, o gerente de futebol, Mario André Mazzuco, reforçou a confiança no trabalho do treinador, mas admitiu que o clube necessita reverter a série de resultados ruins.

Últimas