Time do Botafogo faz protestos em campo no retorno do Carioca

Jogadores entraram com faixa que pedia respeito às vidas e se ajoelharam durante partida em homenagem ao movimento 'vidas negras importam'

Botafogo entrou em campo contrariado

Botafogo entrou em campo contrariado

Reprodução/Lance

Contrário ao retorno do Campeonato Carioca, o Botafogo fez questão de marcar a posição com protestos na primeira partida do retorno competição, contra a Cabofriense, na manhã deste domingo. O elenco entrou em campo no Nilton Santos carregando uma faixa com os dizeres "Protocolo bom é o que respeita vidas". Depois de respeitar um minuto de silêncio em respeito às vítimas do coronavírus, os jogadores se ajoelharam em campo em homenagem ao movimento vidas negras importam.

Na véspera da partida, praticamente todos os atletas do elenco já haviam publicado um manifesto em seus perfis nas redes sociais. No texto, demonstram repúdio ao retorno da competição e à punição do treinador Paulo Autuori por críticas feitas à Ferj, depois suspensa por liminar do STJD.

No intervalo da partida, o dirigente Carlos Augusto Montenegro fez ainda críticas à liberação de uma parte do público nas próximas semanas.

– Ouvi que os estádios estarão liberados a partir do dia 10 de julho para 1/3 da capacidade.Primeiro, aconselho quem for a levar um terço e rezar muito. Segundo, virou um liberou geral – afirmou Montenegro.

Durante todo o debate sobre a retomada do Estadual, o Alvinegro se manteve contra à retomada do torneio, mesma posição sustentada pelo Fluminense.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook.