Futebol Tchê Tchê, Pablo, Daniel Alves: como estão as dívidas do São Paulo

Tchê Tchê, Pablo, Daniel Alves: como estão as dívidas do São Paulo

Tricolor vem fazendo acordos com os credores para conseguir colocar as finanças em ordem. Veja como estão os panoramas das dívidas do clube do Morumbi

Lance
Lance

Lance

Lance

O começo do mandato de Julio Casares vem sendo de arrumar financeiramente o São Paulo para que a equipe consiga render bem também dentro de campo. Entre as pendências financeiras que o Tricolor possui, algumas chamaram a atenção nos últimos dias.

Carneiro foi mais um: relembre gringos que não deixaram saudade no São Paulo

A 'pior' delas se refere a compra do volante Tchê Tchê junto ao Dínamo de Kiev (UCR), em março de 2019, que pode resultar em uma punição na Fifa. Os valores do débito giram em torno de R$ 22 milhões, que Casares vem tentando negociar com os ucranianos para salvar o valor.

CONFIRA A TABELA ATUALIZADA DO CAMPEONATO PAULISTA DE 2021

- Com o Dínamo a dívida é pela compra do Tchê Tchê. O São Paulo pagou uma pequena parte e a dívida é de R$ 22 milhões. Estamos propondo um parcelamento, temos receita vinda do Helinho, que está no Bragantino, que vai exercer o direito de compra. A receita vai para o Dínamo de Kiev Não é uma tarefa fácil. Temos que consertar o avião com ele em voo - disse o mandatário ao programa 'Os Donos da Bola', na 'BAND'.


São Paulo deve ao Athletico pelo atacante Pablo
Outro débito que o São Paulo enfrenta é com relação a compra do atacante Pablo junto ao Athletico. Segundo Casares, a dívida gira em torno de R$ 15 milhões, se somados juros referente ao não pagamento dos valores.

No entanto, o São Paulo busca um acordo para quitar o débito. Casares disse que pagou uma parte de entrada e parcelou o restante da dívida com os paranaenses, que deve ser quitada até setembro deste ano.

- A dívida com o Athletico era de R$ 12 milhões, que virou de R$ 15 milhões. Já pagamos R$ 3 milhões e tem os parcelamentos - afirmou.


Dívida com Daniel Alves supera R$ 10 milhões
Em relação ao camisa dez, Casares deu o valor exato da dívida que, segundo ele, é composta por direitos de imagem e bônus previsto em contrato. O mandatário do Tricolor afirmou que o salário da CLT está em dia.

- A dívida está em torno de R$ 11 milhões, esse é o número. Essa dívida é composta por direitos de imagens e por bônus que foi feito no contrato. A parte de CLT, que é a parte salarial, está rigorosamente em dia. O Daniel está motivado e nós estamos trabalhando com o time dele para que cheguemos a esse acordo. Ele entende a situação do São Paulo - disse ao 'Donos da Bola'.

Últimas