Futebol São Paulo segue sua modernização e lança novo programa de compliance

São Paulo segue sua modernização e lança novo programa de compliance

Para garantir menos riscos ao clube, e coordenado pelo Diretor Jurídico, Roberto Armelin, o PIT (Programa de Integridade Tricolor) começa a ser implantado no Morumbi

Lance
Lance

Lance

Lance

A fim de proporcionar segurança e minimizar riscos à gestão do São Paulo Futebol Clube, garantindo o cumprimento de regimentos, normas e condutas internas, o clube lançou nesta semana o PIT (Programa de Integridade Tricolor), um programa de “compliance” encabeçado pelo Diretor Jurídico são-paulino, Roberto Armelin.

Baixe o aplicativo do LANCE! e fique por dentro do Brasileirão

Nos últimos dias, o presidente do Tricolor, Julio Casares se reuniu com diretores, gerentes e colaboradores do Tricolor, ao lado de Armelin e sua equipe, para comunicar os novos procedimentos do clube.

VEJA A TABELA DO BRASILEIRÃO

- Agora o trabalho inicia dentro da instituição, com uma mudança cultural interna - comemorou o presidente são-paulino.

A criação do PIT (Programa de Integridade Tricolor), conjunto de normas e políticas para orientação de conduta da instituição e de seus funcionários e colaboradores, sempre foi uma das prioridades da atual gestão.

O Diretor Jurídico do clube, Roberto Armelin, coordena os trabalhos, na função de Compliance Officer. Além dele, a equipe é composta por outros quatro membros, todos advogados com larga experiência em suas áreas de atuação. Roberta Codignoto é a responsável pelos pilares de cultura, treinamento e comunicação do Programa de Integridade Tricolor. Rodrigo Bertoccelli é o encarregado da estrutura normativa do Programa. André Fittipaldi cuidará das questões trabalhistas a serem tratadas pelo PIT. Daniella Caverni dará suporte ao grupo em assuntos que envolvam a Lei Geral de Proteção de Dados.

- Mais do que sinalizar ao mercado seu compromisso com a estrita conformidade com as regras do jogo, o São Paulo fortalece seu vínculo com a Ética e a Transparência não apenas como princípios de conduta, mas como caminho escolhido para a implementação de uma gestão eficiente na busca de resultados econômicos e desportivos - afirmou Roberto Armelin, diretor jurídico do São Paulo.

Últimas