São Paulo define logística da estreia na Libertadores para evitar altitude

Delegação vai se hospedar em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, e seguirá para Juliaca, que fica 3.800 metros acima do nível do mar, horas antes do jogo

Luis Fernando de Barros visitou Juliaca há duas semanas

Luis Fernando de Barros visitou Juliaca há duas semanas

Rubens Chiri/saopaulofc.net

O São Paulo já definiu a programação para a estreia na Copa Libertadores, dia 5 de março, contra o Binacional (PER), às 21h (de Brasília). A delegação vai para Juliaca, cidade em que fica o estádio Guillermo Briceño, poucas horas antes de a bola rolar.

Tudo para minimizar os efeitos da altitude de aproximadamente 3.800 metros, que começa a causar maiores desconfortos após algumas horas de contato com o ar rarefeito. A delegação vai ficar hospedada e deve fazer um treino em Santa Cruz de la Sierra, cidade boliviana pouco acima do nível do mar e que está a cerca de sete horas de avião de Juliaca.

​Há duas semanas, o clube enviou o fisiologista Luis Fernando de Barros para conhecer a estrutura de Juliaca e poder definir os detalhes da programação.

​Luis Fernando chegou este ano para chefiar a área de saúde do Tricolor ao lado dos médicos José Sanches e Tadeu Moreno, depois de bom trabalho no Santos. Ele é filho de Turíbio Leite de Barros, que também foi fisiologista do São Paulo e é um dos idealizadores do Reffis.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook.

Zoeira sem limites: rivais não perdoam eliminação do Corinthians