Campeonato Brasileiro

Futebol Santos se impõe na Vila, vence e afunda o Botafogo na lanterna

Santos se impõe na Vila, vence e afunda o Botafogo na lanterna

Finalista da Libertadores, Peixe teve o domínio das ações durante quase todo o jogo. Time carioca está praticamente rebaixado

Lance
Soteldo fez um belo gol e abriu caminho para vitória do Santos

Soteldo fez um belo gol e abriu caminho para vitória do Santos

Jota Erre/Photo Premium 17.01.21

Não teve nada de "ressaca" pela ida para a final da Copa Libertadores. Em jogo marcado por muita persistência, o Santos contou com os gols de Soteldo e Bruno Marques para derrotar o Botafogo por 2 a 1 (Pedro Raul marcou para os botafoguenses) na tarde deste domingo, em duelo válido pela 30ª rodada, e chegou ao G8 do Brasileirão.  A equipe comandada por Cuca está com 45 pontos em 29 partidas, enquanto o Alvinegro amarga a lanterna da competição, com míseros 23 pontos.

O time carioca volta a atuar nesta quarta-feira, às 17h, contra o Atlético-GO. O Peixe, por sua vez, enfrenta na quinta-feira o Fortaleza, no Castelão, às 19h.

Soteldo com licença para brilhar
Bastaram três minutos para evidenciar a superioridade do Santos e a tensão inicial do Botafogo. Após a finalização de Diego Pituca sair mascada, Soteldo se desvencilhou de Kevin e entrou na área. Enquanto Marcelo Benevenuto apenas observava, o camisa 10 teve liberdade para fazer um "mini-voleio" e estufar a rede.

Com espaço para se movimentar e maior volume de jogo, o Peixe viu Laércio desperdiçar chance de ampliar. Melhor jogador santista na etapa inicial, Soteldo exigiu Diego Loureiro em cobrança traiçoeira de falta.

Gol de pênalti 'põe' Botafogo no jogo
Não faltou dedicação para a equipe de Eduardo Barroca tentar reagir ainda na etapa inicial. O comandante, que na parada técnica pediu "a bola no pé", já tinha visto Bruno Nazário arriscar e Vladimir fazer a intervenção. Depois de uma série de cruzamentos pouco efetivos, o Botafogo encontrou o caminho para o empate no finzinho.

Caio Alexandre fez lançamento milimétrico para Matheus Babi, que foi derrubado dentro da área. Pedro Raul converteu a cobrança, deslocando Vladimir.

Pressão santista
O Santos voltou do intervalo tentando se impor diante de um adversário recuado. Kaio Jorge se desvencilhou de um adversário e bateu rente à trave. Logo depois, Marinho cobrou falta e a bola caprichosamente carimbou o travessão. O camisa 11 teve nova oportunidade na bola parada, mas Diego Loureiro defendeu de mão trocada.

O arsenal santista trouxe um grande teste para Diego Loureiro, que fazia seu primeiro jogo na temporada. O goleiro salvou de mão trocada cobrança de falta de Marinho e cabeçada de Bruno Marques na pequena área. Enquanto isso, o Botafogo trocava passes e arriscava jogadas, mas era pouco incisivo e só exigiu Vladimir em conclusão de Pedro Raul.

Bruno Marques garante a vitória
De tanto rondar a área botafoguense, o Santos encontrou o esperado gol da vitória. Soteldo avançou como quis pela direita e cruzou. A bola cruzou toda a área alvinegra até encontrar Bruno Marques, que deu cabeçada certeira e encobriu Diego Loureiro. O Botafogo chegou a ter um sopro de euforia quando Matheus Nascimento balançou a rede, mas o gol foi anulado por impedimento. Nos minutos finais, Marinho ainda carimbou a trave. Nada que tirasse a euforia santista. 

SANTOS 2x1 BOTAFOGO

Data/Hora: 17/1/2021, às 16h
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e José Eduardo Calza (RS)
Árbitro de vídeo: Daniel Nobre Bins (RS)
Cartões amarelos: Laércio, Soteldo (SAN), Kevin (BOT)
Gols: Soteldo, 3/1T (1-0), Pedro Raul, 46/1T (1-1) e Bruno Marques, 36/2 (2-1).
SANTOS: Vladimir, Pará, Laércio, Alex e Felipe Jonatan; Diego Pituca, Sandry (Jean Mota, 26/2T) e Soteldo (Madson, 44/2T); Marinho (Arthur Gomes, 49/2T), Kaio Jorge (Bruno Marques, 26/2T) e Lucas Braga (Jobson, intervalo). Técnico: Cuca
BOTAFOGO: Diego Loureiro; Kevin (Gustavo Cascardo, intervalo), Marcelo Benevenuto, Kanu e Victor Luis; Zé Welison (Cícero, 32/2T), Caio Alexandre e Bruno Nazário (Lecaros, 32/2T); Kelvin (Davi Araújo, 13/2T), Matheus Babi e Pedro Raul (Matheus Nascimento, 34/2T). Técnico: Eduardo Barroca

Alex Zanardi fala pela primeira vez desde grave acidente de bicicleta

Últimas