Futebol Reta final de contrato: Ceni pede para a diretoria do Flamengo renovar com Pepê

Reta final de contrato: Ceni pede para a diretoria do Flamengo renovar com Pepê

Meia de 22 anos entrou contra o Santos, no último domingo, e mostrou serviço; vínculo atual com o Rubro-Negro expira ao fim deste mês

Lance
Lance

Lance

Lance

Com 22 anos e idade estourada para atuar pelo sub-20, Pepê passou boa parte da temporada escanteado no elenco do Flamengo. Hoje, apenas dois jogos separam Pepê do fim de seu contrato com o clube, que viu Rogério Ceni ir à diretoria pedir para que o meia estenda o vínculo, ao menos, até fevereiro de 2021 - ou seja, quando encerrará o Campeonato Brasileiro.

O LANCE! apurou que Ceni já conversou com a diretoria sobre o interesse da ampliação contratual de Pepê, que entrou em campo no último domingo, no jogo contra o Santos, e se destacou mesmo com apenas 10 minutos (aproximadamente) - chegou a pôr uma bola no travessão.

Na entrevista coletiva após a vitória sobre o Peixe (por 4 a 1, no Maracanã), Rogério, inclusive, respondeu que considera "interessante" que Pepê fique à disposição para, de janeiro a fevereiro do ano que vem, os 12 jogos que restarão até o fim do Brasileiro.

- O Pepê eu não conhecia. O contrato dele acaba no dia 31, se a diretoria achar interessante, eu acho interessante a continuidade dele - disse Ceni.

A diretoria do Flamengo, entretanto, ainda não pendeu para o desejo do técnico e, por ora, não bateu o martelo se renovará ou não com Pepê. No momento, a prioridade é o imbróglio envolvendo Diego Alves - distante de um acordo para a extensão do contrato, também a encerrar ao fim deste mês.

PEPÊ QUASE FOI PARAR NO BOTAFOGO

No último dia 6 de novembro, o L! informou que o Botafogo ficou por detalhes de contratar Pepê, cria do Ninho do Urubu e que tinha um acordo encaminhado com o Alvinegro.

Contudo, dirigentes do Fla travaram a negociação quando descobriram que ele iria para um rival. O agente do atleta ofereceu Pepê ao Botafogo, e o nome agradou. Túlio Lustosa, diretor de futebol do clube da Estrela Solitária, tentou contratá-lo no começo do ano, quando ainda trabalhava no Goiás.

Por gostar do atleta, indicou para Bruno Lazaroni, então treinador do Alvinegro, que aprovou o nome. Todos os executivos do Flamengo aparentavam dar o sinal verde para o pedido do meio-campista, mas Bruno Spindel, ao descobrir que ele iria para o Botafogo, travou qualquer rescisão. Túlio Lustosa ainda entrou no circuito e ofereceu uma porcentagem de venda futura para o Rubro-Negro liberá-lo mais cedo, mas o clube da Gávea não aceitou.

> Confira e simule a tabela do Campeonato Brasileiro

Caso Pepê não renove com o Flamengo, o camisa 40 só terá pela frente os jogos contra Bahia (20) e Fluminense (26) vestindo rubro-negro.

Últimas