Reino Unido pode receber times estrangeiros sem fazer quarentena

Apesar de decreto dizendo que quem chegar na nação deve passar por isolamento de duas semanas, medida deve ter exceção para esportes

Liga dos Campeões não deve ter problemas com regra do governo britânico

Liga dos Campeões não deve ter problemas com regra do governo britânico

Fabrice Coffrini/AFP

O governo britânico está pensando em abrir exceções para o esporte de elite quanto a quarentena obrigatória para pessoas que entre de fora no seus países, segundo o “The Times”. Com isso, aumenta a possibilidade para que o confronto entre Manchester City e Real Madrid seja decidido, além de possíveis novos duelos na Liga dos Campeões e Liga Europa.

O Chelsea também enfrenta o Bayern de Munique em Londres, enquanto Manchester United, Wolverhampton e Glasgow Rangers têm confrontos marcados para a segunda competição mais importante do continente europeu em seus domínios.

O primeiro-ministro, Boris Johnson, anunciou no último mês de maio que a partir do dia oito de junho iria se instaurar uma quarentena obrigatória para pessoas que entrassem de fora no Reino Unido com o objetivo de prevenção contra a expansão do novo coronavírus. Além do futebol, a Fórmula 1 também pode se beneficiar com a exceção que o governo deve impor.

O plano da Uefa é retomar suas competições apenas em agosto, o que também dá mais tempo para que os governos avaliem a situação de cada país até o momento dos torneios. A abertura do Reino Unido é chave para os planos da entidade na continuidade das suas competições que estão em fase final.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook

Federer supera craques do futebol e faz história como o mais bem pago