Campeonato Brasileiro

Futebol Ramiro admite dificuldade para o Corinthians ir para a Libertadores

Ramiro admite dificuldade para o Corinthians ir para a Libertadores

Volante lamentou mais uma derrota nesta reta final de Brasileirão, mas avisou que time vai honrar camisa até que haja possibilidade

Lance
Ramiro jogou improvisado na lateral direita

Ramiro jogou improvisado na lateral direita

Lance

O Corinthians levou mais um duro golpe na busca por uma vaga na Libertadores ao ser derrotado pelo Santos, na Vila Belmiro, na última quarta-feira (17). Com isso, a ida para a competição continental ficou ainda mais difícil. Apesar de admitir isso, Ramiro não joga a toalha e garante que o grupo vai lutar no Brasileirão enquanto houver possibilidade de classificação.

Na saída de campo, o volante corintiano, que entrou no segundo tempo improvisado na lateral direita, descartou reclamar da arbitragem e apontou as oportunidade perdidas como um fato que contribuiu para a derrota. Embora saiba que o sonho de Liberta ficou distante, ele garante que os jogadores irão honrar a camisa do Timão até o término do campeonato.

"Situação de jogo, não vou trazer isso (arbitragem) à tona, porque não foi isso que causou nossa derrota, acho que a gente tem que assumir nossos erros, a gente perdeu, o adversário chegou em uma situação e fez o gol. Tivemos oportunidade de marcar gol e não soubemos fazer. A gente tem que levantar a cabeça, sabemos que temos chance de se classificar, é difícil, mas a gente tem possibilidade, se tiver chance, temos que brigar, temos que honrar essa camisa até o final, para quem sabe colocar o Corinthians na Libertadores", disse.

Com a derrota, o Corinthians ficou quatro pontos atrás do Santos, que é o oitavo colocado do Brasileirão e o clube que está garantindo a vaga na Libertadores. Restando duas rodadas para acabar a competição, o Alvinegro ainda pega o Vasco e o Internacional, mas sabe que os tropeços nas rodadas anteriores foram determinantes para ver a classificação mais longe. Foram apenas duas vitórias nos últimos oito jogos disputados pela equipe.

"É ruim, indignação, a gente fica triste por isso, não era o nosso objetivo, sempre entramos em campo para ganhar, mas a gente sabe que do outro lado tem um adversário competente, e a gente deixou cair nessa reta final, um momento crucial da competição, quando a gente poderia selar a nossa classificação para a Libertadores e agora a gente está tendo dificuldade, mas enquanto houver chance de classificação, a gente vai brigar até o fim", completou.

Agora, com uma missão difícil, que é garantir seis pontos nos próximos dois compromissos, o Corinthians ainda tem que torcer para uma combinação de resultados. A próxima partida do Timão será contra o Vasco, no próximo domingo, às 16h, na Neo Química Arena pela 37ª rodada do Brasileirão 2020.

Ex-namorado da mãe de Neymar é hospitalizado: 'Quase bati as botas'

Últimas