Futebol Pituca atinge 150 jogos pelo Santos e comemora com post emocionante

Pituca atinge 150 jogos pelo Santos e comemora com post emocionante

Volante lembrou negociação e primeiro jogo pelo profissional do Peixe

Lance
Lance

Lance

Lance

Titular absoluto, Diego Pituca completou 150 jogos com a camisa do Santos diante o Boca Juniors, pelo jogo de ida da semifinal da Libertadores da América. O volante comemorou a meta com um post emocionante em suas redes sociais e contou a emoção que viveu quando estreou pelo profissional do clube.

- Ontem (quarta) completei 150 jogos com o “Manto Sagrado” do Santos F.C. com o elenco profissional. Me lembro quando meu empresário me ligou falando se eu gostaria de jogar no Santos e respondi rapidamente: “Quando que viajo e onde eu assino”. Ele me questionou: mas você não quer saber quando irá ganhar? Respondi: “Não, só quero jogar no meu time do coração, isto é mais que um sonho para minha vida pessoal e profissional”. Me apresentei no CT Rei Pelé logo após o término do Campeonato Paulista de 2017 para o Santos B, trabalhei duro e nos primeiros 6 meses de Santos conquistei com os meus colegas o Vice-Campeonato Brasileiro Sub 23 em 2017. Continuei trabalhando para poder chegar ao outro lado da grade que separa o Santos B e o Santos Principal. Tive o prazer de treinar e me dedicar com elenco principal do Santos por 3 meses e 12 dias no ano de 2018, confesso a todos que não me controlei e chorei quanto vi o meu nome pela primeira vez na lista de convocados no dia 12/04/2018 - escreveu Diego Pituca.

- No dia 13/04/2018, viajei pela primeira vez com o elenco principal do Santos para São Paulo para a 1° rodada do Brasileirão 2018 e não consegui dormir de tanta ansiedade . Chegou o grande dia 14/04/2018, todo o ritual de jogo, café da manhã, almoço, preleção e trajeto para o estádio para o jogo Santos x Ceará, no Pacaembu. Novamente, não me contive quando entrei no vestiário e vi pela primeira vez o “Manto Sagrado” com o meu nome e o número 21, não estava me aguardando de tanta felicidade, pois iria vestir pela primeira vez o “Manto Sagrado” do Santos F.C. principal e iria realizar o meu sonho de criança de estar em campo pelo Santos F.C., mesmo como reserva. Começa o jogo, eu estava com os meus colegas no banco de reserva, estava ali admirado com tudo ao meu redor. No segundo tempo, todos foram para o aquecimento e nunca imaginaria que iria entrar, quando aos 38 minutos do segundo tempo escuto: “Pituca, Pituca, vem” sai correndo igualmente um louco e, aos 41 minutos, fiz o meu primeiro jogo com o “Manto Sagrado do Peixão”. Só tenho que agradecer à Deus, meus familiares e todas as pessoas que estiveram comigo neste 150 jogos com o “Manto Sagrado - desabafou o volante.

O camisa 21 da equipe santista apenas saiu do time quando testou positivo para a Covid-19 e quando cumpriu suspensão por cartão. Peça chave no elenco de Cuca, Pituca chegou ao Santos em 2017 e subiu para o profissional em 2018.

Recentemente, o jogador teve proposta para jogar no futebol japonês, mas o clube recusou e incomodou Pituca pela forma que a diretoria agiu na negociação. Contudo, o atleta reforçou que ficou chateado com as pessoas responsáveis pelo Santos, não com a entidade e que possui muito carinho pelo Peixe.

Últimas