Tragédia no Flamengo
Futebol Pedido de mãe: Arão atuará com o nome de Jorge Eduardo no Fla-Flu

Pedido de mãe: Arão atuará com o nome de Jorge Eduardo no Fla-Flu

Clássico de quinta-feira (14), no estádio do Maracanã, será marcado pelas homenagens às vítimas do incêndio no Ninho do Urubu, na última sexta

flamengo, tragédia

Willian Arão vestirá camisa com nome de vítima

Willian Arão vestirá camisa com nome de vítima

Alexandre Vidal / Flamengo

Uma das várias homenagens previstas para acontecer no clássico entre Flamengo e Fluminense, na próxima quinta (14), será realizada por Willian Arão. O atleta levará o nome de uma das vítimas do incêndio que atingiu o CT Ninho do Urubu, estampado em sua camisa. 

INTERNADO: Sobrevivente de incêndio no CT do Fla reage a estímulos no hospital

A ideia surgiu a pedido de mãe de Jorge Eduardo, um dos jovens mortos, que disse ao presidente Rodolfo Landim que o filho era fã de Arão. Ao saber disso, o meia aceitou e vestirá a camisa com o nome do garoto estampado no Fla-Flu.

— Nação, hoje fiquei sabendo do pedido que a mãe do Jorge Eduardo fez ao nosso presidente Rodolfo Landim, para que eu jogasse a semifinal com o nome dele em minha camisa. Fiquei emocionado e muito honrado por ser um ídolo pra ele. E vai ser com imenso prazer que vou prestar essa homenagem. No Fla-Flu, estarei em campo representando a realização do seu sonho. Levarei o nome dele nas costas nesse jogo, mas no coração para o resto da vida, assim como o dos outros vitimados que tinham o mesmo sonho — publicou o meia.

A tendência é de que o Flamengo entre em campo com os nomes das 10 vítimas estampados, com o 11º jogador do time portando uma mensagem a todos envolvidos na tragédia. Christian Esmério, Bernardo Pisetta, Pablo Henrique, Arthur Vinícius, Vitor Isaías, Rykelmo Viana, Samuel Thomas, Athila Paixão, Gedson Santos e Jorge Eduardo foram os vitimados. Francisco Dyogo, Cauan Emanuel e Jhonata Ventura ficaram feridos e foram hospitalizados.

Nos telões do Maracanã, o clube deve exibir vídeos com imagens dos atletas do Ninho e também prepara outras homenagens aos garotos do Ninho do Urubu.

A torcida, que já fez bonitas manifestações durante o fim de semana, na Gávea e no Maracanã, também prestará sua solidariedade. Os rubro-negros, aos 10 minutos do primeiro tempo, farão uma salva de palmas em homenagem às vítimas. A ideia é de que o ritual se repita em todas partidas daqui em diante.

Curta a página R7 Esportes no Facebook

Veja qual para-atleta pode ganhar o Oscar do esporte em 2019