Palmeiras reduz 25% dos salários de elenco, Luxemburgo e dirigentes

Medida afeta vencimentos de maio e junho registrados em carteira, e direitos de imagem de abril e maio serão parcelados até junho de 2021

Jogadores do Palmeiras sofrerão cortes em seus salários

Jogadores do Palmeiras sofrerão cortes em seus salários

Lance

O Palmeiras anunciou nesta quinta-feira o acordo de ajuste salarial, em meio à pandemia do coronavírus, com jogadores do time principal masculino, que também afeta o técnico Vanderlei Luxemburgo, o gerente Cícero Souza e o diretor Anderson Barros. Serão reduzidos 25% dos salários registrados em carteira de maio e junho e os direitos de imagem de abril e maio serão parcelados até junho de 2021. Os envolvidos concordaram com a medida.

A proposta é de que os direitos de imagem dos atletas de abril serão divididos entre agosto e dezembro de 2020, enquanto o pagamento referente a maio ocorrerá de janeiro a junho de 2021. Os demais funcionários, segundo o clube, farão parte de outro acordo, a ser elaborado em breve.

O Palmeiras começou neste mês um estudo profundo para detectar o impacto econômico da pandemia e manteve conversas com os jogadores. Anderson Barros montou a proposta e apresentou aos atletas. Os jogadores conversaram com Luxemburgo, que manteve frequente contato com o presidente Maurício Galiotte, Anderson Barros e Cícero Souza, e avisou que estaria junto no acordo.

"Os jogadores entraram em um consenso e me contataram. Mostrei que cabia a eles aceitar a decisão ou não, e deixei claro que, o que resolvessem, eu, o Anderson Barros e o Cícero Souza estaríamos fechados com eles e também faríamos parte do acordo. Esta decisão democrática é a maneira que temos para contribuir com o equilíbrio financeiro do clube, a manutenção do seu quadro de funcionários e atravessar este momento da melhor maneira possível", comentou o treinador.

"Mantivemos contato com o Anderson e o Vanderlei desde o começo para analisarmos o melhor caminho. Nossa preocupação sempre foi com os funcionários e com o equilíbrio financeiro do clube. Concordamos e apoiamos essa decisão porque estamos todos pensando em fazer o que for melhor para o Palmeiras, que é o mais importante. Nosso objetivo é que a instituição possa manter o equilíbrio financeiro, preservar seus funcionários e minimizar os efeitos negativos dessa pandemia", afirmou Bruno Henrique.

"Estamos vivendo uma situação bem complicada e agora, mais do que nunca, é o momento de cada um olhar e cuidar do próximo. A gente não teve nenhum tipo de problema para chegar a uma solução e tomamos a melhor decisão para todos os envolvidos. O Palmeiras, assim como outros clubes e empresas, possui muitos funcionários e todos são extremamente importantes. Espero que tudo se normalize o mais rapidamente possível e que, em breve, todos possam retomar suas atividades", declarou Dudu.

"O país passa por um momento de restruturação econômica por conta da pandemia que hoje afeta o mundo inteiro e este é um momento de unirmos forças para preservarmos o bem estar e a segurança de nossas famílias. Estamos agindo com responsabilidade e sendo flexíveis, buscando um equilíbrio em todas as pontas: clube, atletas, diretores, comissão técnica e funcionários diretos e indiretos. Tenho certeza de que construímos uma solução equilibrada com o consenso de todos. Temos uma história de sucesso aqui e precisamos respeitá-la para que nossos próximos capítulos sejam desenhados com excelência", concordou Felipe Melo, capitão do time em 2020.

"Vivemos um momento de uma crise de grandes proporções no mundo. Vários segmentos estão sendo afetados e com o futebol não é diferente. Existem situações em que disposição e comprometimento são imprescindíveis para se chegar a um bom termo. Temos que pensar no todo para conseguirmos avançar em direção a um benefício maior. A maturidade do nosso elenco foi fundamental para que chegássemos a uma solução boa para todos", elogiou o presidente Maurício Galiotte.

Elenco e comissão técnica do Palmeiras foram dispensados dos treinos, por tempo indeterminado, em 16 de março. Em 1 de abril, começaram as férias coletivas, que acabam hoje. Ainda não há qualquer previsão de volta de treinamentos ou campeonatos.

Quais personagens dos Vingadores seriam os grandes craques da bola?