Futebol 'O Fluminense teve paciência para desequilibrar um sistema fechado, compacto', diz Odair

'O Fluminense teve paciência para desequilibrar um sistema fechado, compacto', diz Odair

Treinador exalta a maneira como tricolores souberam aproveitar superioridade numérica no 3 a 1 sobre o Athletico-PR neste sábado e destaca 'mais um jogo bom' de Marcos Paulo

Lance
Lance

Lance

Lance

O técnico Odair Hellmann valorizou a maneira como o Fluminense soube driblar o jogo de paciência que se desenhou diante do Athletico-PR, neste sábado, no Maracanã. Em entrevista coletiva após o triunfo tricolor por 3 a 1, o comandante mostrou que o panorama de criação da equipe não mudou.

- 'O jogo tem dois momentos distintos. Tem o 11 contra 11 e depois da expulsão (do zagueiro do Furacão, Thiago Heleno). Mesmo no 11 contra 11 já tivemos o pênalti, já tínhamos criado outras situações. Mesmo perdendo o pênalti mantivemos o equilíbrio e continuamos jogando para produzir - declarou.

Aos seus olhos, o Fluminense soube, quando estava com um jogador a mais, não dar espaços para que o Furacão avançar.

- Com a superioridade numérica a nossa equipe conseguiu se impor em todos os aspectos do jogo. A equipe do Athletico não conseguiu impor dificuldades para nós. Tivemos paciência para desequilibrar esse sistema fechado compacto - disse.

Autor de dois gols, Marcos Paulo rendeu elogios do treinador. Porém, Odair Hellmann ressaltou a relevância do Fluminense contar com um bom conjunto.

- Acho que o Marcos Paulo já havia feito outros grandes jogos anteriormente. Hoje fez mais um. O processo coletivo mais uma vez fez a diferença - disse.

O Fluminense volta a campo no próximo domingo (dia 13) para o clássico diante do Vasco, às 20h30, em São Januário.

Últimas