Futebol Neto reafirma vontade de ser presidente do Corinthians, mas diz: 'Isso está diminuindo'

Neto reafirma vontade de ser presidente do Corinthians, mas diz: 'Isso está diminuindo'

Ídolo do Timão concedeu entrevista para a Rádio Capital, neste domingo, e falou do planejamento para se tornar o homem forte do clube, porém afirma estar repensando

Lance
Lance

Lance

Lance

O Corinthians vive um momento de empolgação com contratações e possíveis reforços, ao mesmo tempo em que os cofres seguem com graves problemas. Por essas e outras, os bastidores do Parque São Jorge ficam em constante efervescência. Quem está sempre ligado a essas questões político é o apresentador Neto, que reafirmou sua vontade de ser presidente do clube do qual é ídolo. No entanto, ele disse que está repensando esse planejamento.

Em entrevista para a Rádio Capital, na tarde deste domingo, o ex-jogador voltou a falar sobre o seu desejo de ser o homem forte do Timão, onde foi eleito conselheiro na última eleição que foi realizada no fim do ano passado. O que acontece, porém, é que tudo isso envolve questões pessoais e profissionais.

- Minha vontade é ser presidente do Corinthians. Eu sei que ainda preciso elaborar algumas coisas na minha vida pessoal, na minha profissional, eu renovei contrato com a Band até 2025. E isso faz com que eu pense melhor.

Sendo um dos membros do atual Conselho Deliberativo do Corinthians, ele está apto a se candidatar à presidência do clube nas próximas eleições, que serão realizadas no fim de 2023, quando acaba o mandato de Duilio Monteiro Alves. No entanto, ele confessou que a vontade tem diminuído recentemente.

- Eu fiz nos últimos dois anos um planejamento para isso. Eu tenho ainda um planejamento político forte para isso, mas a cada dia que passa, vai diminuindo isso, essa vontade - concluiu o ídolo da Fiel.

Próximo de completar 55 anos, Neto teve duas passagens pelo Corinthians: entre 1989 e 1993, e outra entre 1996 e 1997, com 228 jogos e 80 gols no total. Além disso, foram três títulos oficiais conquistados. Um Campeonato Paulista (1997), um Campeonato Brasileiro (1990) e uma Supercopa do Brasil (1991).

Últimas