Futebol Mesmo estando 'no mercado', Pochettino seguia ligado ao Tottenham

Mesmo estando 'no mercado', Pochettino seguia ligado ao Tottenham

Argentino possuía uma cláusula contratual onde, caso seja contratado por qualquer clube até o fim do mês de julho, os Spurs deviam receber uma compensação

Lance
Lance

Lance

Lance

Parece um tanto quanto confuso mas, mesmo depois de ter sido demitido em novembro de 2019, o técnico argentino Mauricio Pochettino possuía, até o último domingo (17), uma ligação considerável com o Tottenham.

O motivo é simples. Em seu contrato foi estabelecido uma cláusula onde, no caso do treinador ser anunciado por outra equipe, dentro ou fora da Inglaterra, antes da data de término inicialmente prevista para o fim da Premier League, os Spurs teriam direito a uma compensação financeira.

Salvo a paralisação das competições mediante a pandemia do novo coronavírus, o fim do campeonato inglês onde o Liverpool está muito próximo de faturar pela primeira vez a taça desde que o torneio foi reformulado estava fixado para ocorrer em 17 de maio.

Logo, agora o técnico de 48 anos de idade com passagens também por Espanyol e Southampton está efetivamente sem "amarras" para equipes como Bayern de Munique, Milan, Newcastle e Real Madrid (clubes apontados pelo diário inglês 'The Telegraph') avançarem em seu desejo de contratá-lo.

Últimas