Futebol Manoel admite oscilações do Fluminense, valoriza semana livre e avalia atuações em ausência de Nino

Manoel admite oscilações do Fluminense, valoriza semana livre e avalia atuações em ausência de Nino

Zagueiro falou sobre os treinamentos com Roger Machado antes de enfrentar o Palmeiras e destacou confiança no elenco com a sequência de partidas

Lance
Lance

Lance

Lance

A irregularidade tem sido um problema constante para o Fluminense na temporada. Não só por conta dos resultados, ora bons ora ruins, mas também pelo que acontece dentro de campo. Em entrevista coletiva no CT Carlos Castilho, o zagueiro Manoel admitiu que a equipe vem apresentando uma inconstância nos 90 minutos, mas valorizou o tempo de treinos durante esta semana.

+ Fluminense completa 119 anos com um dos maiores ídolos da história no elenco; relembre outras lendas

– É difícil manter sempre o nível. Estamos oscilando bastante, tem jogo que estamos muito bem e no segundo tempo dá uma abaixada. Sabemos que é difícil, tem o desgaste também. Mas essa semana foi importante para conversar, saber porque está acontecendo e tentar manter o nível seguro a partida toda. Demos uma descansada também para os jogos decisivos que teremos e tentaremos ser mais seguros a partida toda - analisou o zagueiro.

A semana de treinamentos aconteceu por conta do adiamento da partida de volta das oitavas de final da Libertadores, contra o Cerro Porteño (PAR), que agora acontecerá no dia 3 de agosto. Manoel também valorizou seu momento pessoal. Com a convocação de Nino para os Jogos Olímpicos de Tóquio, o defensor vem fazendo a dupla titular com Luccas Claro. Ele chegou aos 11 jogos com a camisa tricolor.

Veja a tabela do Brasileirão

– Tive poucas oportunidades, estou tendo agora sequência de três jogos. Estou procurando fazer o meu melhor para ajudar. Com ritmo, fui um pouco melhor, mais seguro, consegui passar mais confiança. Estou feliz e me sentindo bem com as oportunidades. Infelizmente não vencemos em casa no jogo passado. Agora é esquecer e pensar no Palmeiras - disse.​

Esta foi a primeira oportunidade de Roger Machado de trabalhar com o elenco desde abril. Depois de uma derrota para o Grêmio com gol nos últimos minutos na rodada passada, o Flu terá pela frente o Palmeiras, líder do Campeonato Brasileiro. O confronto será neste sábado, às 19h (de Brasília), no Allianz Parque, e o zagueiro valorizou as atividades feitas.

– Essa semana vai ser importante. Não estamos tendo tempo para trabalhar, treinar, fazer o que o Roger gosta, tocar a bola, virar, esperar o momento certo de atacar a equipe adversária. Essa semana que tivemos para nos preparar mais ainda acho que vai ser muito importante para o decorrer do campeonato, dessas decisões. Aproveitamos muito, treinamos e nos preparamos para a sequência que será difícil - afirmou.

Com a sequência de jogos, o Fluminense tem precisado rodar a equipe e utilizar os reservas com frequência. Manoel destacou a confiança em todo grupo visando os próximos desafios. Depois do Palmeiras, o Tricolor faz os dois confrontos com o Criciúma na Copa do Brasil antes da partida de volta remarcada da Libertadores.

– O Roger tem que fazer as mudanças porque são muitos jogos importantes e decisivos. Temos um grupo qualificado e nos treinamentos ele sempre faz as alterações para ver a melhor opção, situação para o jogo. Todos os jogadores vão ter oportunidades, são campeonatos importantes e precisamos de todos. É bom todos se prepararem, como foi nesta semana. Se nos prepararmos e mostrarmos a ele, fará trocas. Com esse calendário é importante fazer trocas. Acredito na força do grupo. Todos são importantes para termos uma resposta muito boa e dar uma resposta aos torcedores também - finalizou.

Últimas