Lateral do Santos agradece ausência de Guerrero em jogo: 'Faz diferença'

Pará acredita que atletas do Internacional vão querer demonstrar trabalho ao novo comandante. Duelo ocorre neste domingo, no Beira-Rio

Lateral-direito Pará em lance com Diogo Barbosa, do Palmeiras

Lateral-direito Pará em lance com Diogo Barbosa, do Palmeiras

Ivan Storti/Santos

O lateral-direito Pará 'comemorou' a ausência do atacante Guerrero no duelo entre Internacional e Santos, neste domingo, às 16h, no Beira-Rio, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. O camisa 9 do Colorado está com a seleção peruana para amistosos internacionais.

Veja mais: Demorou, mas Tite tem uma sombra na Seleção. Jorge Jesus

- Quando se trata de Guerrero, tem que se precaver. Centroavante que faz a diferença. Por um lado é bom, não marcaremos ele, por outro é ruim por ser um clássico e com Guerrero fica mais pilhante para quem assiste. Agradecemos a ausência dele, é um grande jogador. São ausências dos dois lados. Demonstramos nossa força contra o Palmeiras, tínhamos desfalques e mostramos capacidade de jogar de igual para igual com qualquer um - explicou Pará, em entrevista coletiva nesta sexta-feira, no CT Rei Pelé.

Após a derrota para o CSA, por 1 a 0, na última quarta-feira, o Inter decidiu demitir o técnico Odair Hellmann. Ricardo Colbachini, da equipe sub-23, assume interinamente.

Pará acredita que os jogadores que não eram muito utilizados por Odair vão querer demonstrar trabalho para o novo comandante no domingo.

Veja mais: Teve ajuda do VAR! Flamenguistas festejam vitória sobre o Atlético-MG

- Claro que dá uma motivação a mais, confiança, se trata de clássico e sabemos da dificuldade. Estamos bem motivados, jogar contra o Internacional é complicado. Treinador foi demitido e quem não vem jogando se motiva ainda mais para mostrar que pode ser titular. Vai ser muito difícil, mas temos totais condições de conquistar uma grande vitória - comentou o lateral-direito.

Para o duelo contra o Inter, o técnico Jorge Sampaoli não contará com o meia Carlos Sánchez, suspenso, além dos atacantes Soteldo e Derlis González, que disputam amistosos internacionais com Venezuela e Paraguai, respectivamente.

O Santos treina na manhã desta sexta-feira, no CT Rei Pelé. O Peixe é o vice-líder do torneio nacional, com 47 pontos, oito a menos que o líder Flamengo.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook

'Dança das cadeiras': Brasileirão já teve 16 quedas de técnico em 2019