Jorge Jesus pode ter trio de ataque do Flamengo no radar de Tite

Técnico português recebeu o tão pedido Pedro, e agora espera Rubro-Negro manter Gabigol e ter opções de luxo e alvos da seleção brasileira

Flamengo, seleção brasileira, Pedro, Gabigol, Bruno henrique

Jorge Jesus não pode reclamar de falta de opções para o ataque em 2020

Jorge Jesus não pode reclamar de falta de opções para o ataque em 2020

Marcelo Cortes / Flamengo

Quem menos precisava foi justamente quem mais se aventurou no mercado. E teve êxito. O Flamengo deixou o seu elenco ainda mais forte ao apresentar o seu último reforço da janela nesta sexta-feira (24). Equipe ainda aguarda o "final feliz" da novela envolvendo Gabigol. E como restam poucos detalhes para a renovação de Bruno Henrique, Jorge Jesus abre temporada com opções de luxo.

Veja mais: Com Flamengo em 4º lugar, veja os melhores times do mundo em 2019

Os três citados estão no radar de Tite. Bruno Henrique e Gabigol foram convocados em 2019, para amistosos com a seleção brasileira, em setembro e outubro, respectivamente. Pedro, por sua vez, foi lembrado pelo técnico, mas, por conta de uma grave lesão no joelho, acabou cortado logo após a Copa do Mundo de 2018. E ele chega com esta ambição.

- Seleção é um sonho que eu ainda tenho. Espero buscá-lo aqui no Flamengo - disse o atacante de 22 anos, à FLA TV.

E Gabigol?

Ver essa foto no Instagram

Relaxa a mente, se não estressa 

Uma publicação compartilhada por Gabriel Barbosa  (@gabigol) em

Pedro é o "avançado" tão reivindicado por Jesus. Aliás, Marcos Braz externou orgulho por, enfim, dar ao português uma peça que permita mais repertório ofensivo.

Veja mais: Expectativa x realidade: craques e sósias do Fla têm férias diferentes

A princípio, o "Queixada" chega para ser reserva de Gabigol, certo? Na última quinta, o vice-presidente de futebol contou à imprensa como andam as negociações com a Inter de Milão.

- A expetativa ainda é a mesma. O Flamengo vem tentando fazer os ajustes pertinentes nessa contratação. Em relação ao Gabriel estar aqui na apresentação, hoje o Gabriel é atleta da Inter. A Inter que vai estabelecer, pelo menos à principio, o que o atleta tem que fazer. Até lá, lógico, a gente vai trabalhando para que se possa resolver isso antes de segunda-feira. O Flamengo continua muto tranquilo nessa situação, ciente de que está se fazendo o máximo. Tanto a Inter quanto o estafe do jogador, que também vêm se esforçando para fazer esse ajuste final.

- A gente ainda vai ter que esperar mais um pouquinho. O que sinto em relação ao Gabriel hoje é o que eu sinto há três semanas, desde o começo do ano. Tem que se ter paciência e tranquilidade para que se faça contratação como essa. E respeitar a posição dos clubes ou das pessoas. Num primeiro momento, o Gabriel entendeu que não deveria conversar. No segundo, o Flamengo entendeu que não deveria conversar. Num terceiro, a Inter apresentou algumas questões neste processo todo. Tem que ter muita calma. Evidente que o tempo está passando. Temos uma apresentação na segunda-feira, mas o atleta, hoje, é da Inter, e temos que respeitar isso - completou o dirigente.

Trio entre os 11?

Pedro está emprestado até dezembro, com opção de compra

Pedro está emprestado até dezembro, com opção de compra

Reprodução/Instagram

Caso Gabigol seja adquirido pelo Flamengo, é possível que ele, Pedro e Bruno Henrique atuem juntos entre os titulares. É mais acessível imaginar tal hipótese em uma partida na qual haja amplo domínio no campo do adversário.

Veja mais: Mercado da Bola 2020: veja quem saiu e quem chegou no seu time

Do trio, Pedro é o único que só deve jogar como referência (pivô) ou segundo atacante, no esquema "ideal" do Mister, com quatro peças no meio - em 2019, por ali, a preferência foi por Willian Arão, Gerson, Arrascaeta e Everton Ribeiro.

Pela coerência exposta no trabalho de Jesus, para que Pedro, Bruno e Gabriel joguem juntos, o camisa 27 teria que ocupar uma das extremidades do ataque, enquanto os outros ficariam lado a lado.

É aguardar o desfecho com a Inter e o que Jesus irá aprontar as opções "selecionáveis", lembrando ainda que Pedro Rocha e Michael chegaram e também prometem estimular a concorrência interna com afinco.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook

Com Michael no Fla, relembre rumo de outras revelações do Brasileirão