Jesualdo Ferreira espera mudanças no futebol após pandemia

Em sua coluna no jornal 'O Jogo', treinador do Santos disse que espera queda de intensidade no futebol e demonstra preocupações com lesões

Jesualdo se baseia em como voltou o futebol alemão

Jesualdo se baseia em como voltou o futebol alemão

Lance

O técnico do Santos, Jesualdo Ferreira, escreveu, em sua coluna dominical no Jornal 'O Jogo', de Portugal, as suas expectativas para o futebol no retorno do esporte após a pandemia do novo coronavírus.

Leia mais - Torcedores sofrem sem futebol: 'Sinto falta até de xingar o juiz' 

Segundo o treinador, o futebol será praticado com menor intensidade, baseado no que ele vem acompanhando dos jogos da Biundesliga, primeira competição dos grandes centros a voltar.

- Vi Bayern x Eintracht e não há dúvidas sobre a baixa intensidade do jogo, a pouca agressividade, a própria identidade dos clubes. Nada será como antes da pandemia. O futebol não vai ser o que era e todos (treinadores, jogadores e, principalmente, os torcedores) terão de compreender - declarou Jesualdo.

Outro problema que o treinador do Peixe destacou foi o alto número de lesões decorrentes de pouco tempo de preparação para a volta dos campeonatos, que prejudica os atletas fisicamente. Ele demonstrou preocupação com os jogadores apòs um grande período fora dos gramados.

Veja também: Astros do futebol ajudam no combate ao coronavírus

- Infelizmente, aconteceu aquilo que vaticinei: uma série de lesões na Bundesliga. A paralisação foi longe demais e o tempo de preparação muito curto - completou.

Vale lembrar que o Santos está sem disputar nenhum jogo há pouco mais de dois meses, devido a pandemia do novo coronavírus. O governador de São Paulo, João Dória, prolongou o isolamento social no estado até o dia 31 deste mês, mas a medida ainda não foi eficaz para a redução no número de casos e de vítimas da Covid-19. Por isso, não há previsão de retorno às atividades.

Qual o melhor estádio para sediar a final da Libertadores em 2021?