Futebol Giuliano diz que 'quinteto fantástico' pode jogar junto no Corinthians, mas alerta: 'Tem que ter equilíbrio'

Giuliano diz que 'quinteto fantástico' pode jogar junto no Corinthians, mas alerta: 'Tem que ter equilíbrio'

Meia entende que quinteto formado por ele, Paulinho, Renato Augusto, Róger Guedes e Willian consegue render em partidas que pede maior posse de bola

Lance
Lance

Lance

Lance

Autor do segundo gol do Corinthians na vitória por 3 a 2 sobre o Ituano, neste domingo (6), pela quarta rodada do Campeonato Paulista, o meia Giuliano iniciou a partida no banco de reservas, mas entrou no intervalo.

Primeiras das cinco principais contratações do Timão desde o segundo semestre do ano passado, o camisa 11 acredita que ele, Paulinho, Renato Augusto, Róger Guedes e Willian podem jogar juntos, mas alerta a necessidade se haver um equilíbrio.

> GALERIA - Confira e simule os jogos do Corinthians no Paulistão
> TABELA - Cabe no Timão? Confira técnicos estrangeiros livres no mercado

- Claro que podemos jogar juntos, mas não podemos perder esse equilíbrio. Temos jogadores com características ofensivas, quando coloca o quinteto dessa forma tem que ser quando temos posse de bola - destacou Giuliano em entrevista à HBO Max na saída de campo após a vitóiria.

Contra o Galo de Itu, por exemplo, a circustância estava favorável para a atuação do grupo, principalmente porque a equipe mandante terminou o primeiro tempo vencendo por 2 a 1 mesmo tendo 26% de posse de bola. Tanto que o técnico interino do Timão, Fernando Lázaro, entendeu isso e colocou Giuliano no intervalo, o que surtiu efeito no primeiro lance, com o meia empatando a partida aparecendo como elemento surpresa na entrada da pequena área, após assistência de Róger Guedes a meia altura.

- Eu li a jogado do Róger, sabia que ele iria cruzar. Entrei bem de segunda linha, em um momento importante para a virada do placar - comentou Giuliano.

Aos 13 minutos do segundo tempo, Willian entrou no lugar de Gustavo Mosquito para formar de vez o pentágono corintiano. Mas, ainda assim, o autor do segundo gol do Timão não poupou elogios para o adversário, que, segundo o atleta, modificou o esquema de jogo e dificultou muito a vida do Corinthians.

- A gente enfrentou uma equipe de qualidade, que mudou o sistema para enfrentar a gente, fixaram uma linha de cinco na defesa e jogaram por uma bola. Demos para eles essa bola e eles tiveram facilidade nos contra-ataques. Nós tivemos dificuldades de entrar no jogo - disse o meia corintiano.

Com o triunfo sobre o Ituano, o Corinthians chegou a segunda vitória no Paulistão, com mais um empate e uma derrota na bagagem. A equipe é a líder do grupo A, com sete pontos, e volta a campo nesta quinta-feira (10), contra o Mirassol, às 21h30, na Neo Química Arena.

Últimas