Futebol Fora de mais da metade dos jogos desde 2020, Rodrigo Caio mira encerrar série de problemas físicos

Fora de mais da metade dos jogos desde 2020, Rodrigo Caio mira encerrar série de problemas físicos

Uma série de lesões e problemas físicos atrapalha camisa 3, considerado o melhor zagueiro do elenco do Flamengo, ter sequência pelo time da Gávea desde a última temporada

Lance
Lance

Lance

Lance

A recuperação de Rodrigo Caio é um dos objetivos do Flamengo no período sem jogos por conta das Eliminatórias Sul-Americanas. O sistema defensivo, questionado, apresenta melhores números com o camisa 3. Além disso, o trabalho de reequilíbrio biomecânico e muscular pelo qual está passando visa dar um ponto final ao drama particular vivido pelo atleta desde 2020 no clube.

A série de problemas físicos e lesões tiraram Rodrigo Caio de mais da metade dos jogos do Flamengo desde o início da última temporada. Se a equipe da Gávea entrou em campo 106 vezes com o grupo principal, o zagueiro foi titular em 48. Assim, só esteve em campo em 45,2% das partidas disputadas pelo Fla.

Na temporada de 2020, Rodrigo Caio fez 32 jogos pelo Flamengo - todos como titular. O zagueiro foi relacionado para outras três partidas, nas quais ficou no banco e não foi utilizado pelos técnicos. Portanto, o camisa 3 participou de apenas 48,48%. dos 66 compromissos que o clube atuou com o time principal.

As ausências foram por conta de: corte no joelho direito, em janeiro de 2020 (três jogos); lesão na coxa esquerda, em fevereiro (5); Covid-19, em setembro (2); presença na Seleção Brasileira, em outubro (3); sequência de desgaste muscular, edema ósseo no joelho direito e lesão na panturrilha direita, entre outubro e dezembro (13); e lesão na coxa esquerda (5), em janeiro de 2021.

Ciente do risco, Rodrigo Caio atuou "no sacrifício" na reta final de 2020 e teve a lesão agravada, segundo o próprio departamento médico, mas recuperou-se a tempo de estrear na temporada de 2021 com o time principal. O Flamengo, nos primeiros sete jogos do Campeonato Carioca, atuou com a equipe alternativa.

Os problemas físicos do zagueiro, contudo, não cessaram. Na atual temporada, Rodrigo Caio atuou em 16 dos 40 jogos disputados pelo grupo principal do Fla.

Neste período, o DM já informou: fibrose na coxa direita, em abril; dores na perna direita, em julho; e um edema na panturrilha esquerda, em julho. O atleta também não foi relacionado em duas partidas por precaução, desgaste e sequência de jogos. Mais recentemente, em 31 de julho, o clube informou que o camisa 3 realizaria "um trabalho de reequilíbrio biomecânico e muscular".

Últimas