Fluminense

Futebol Fluminense é o time que mais marca antes dos 10 minutos, mas tem maioria dos gols no segundo tempo

Fluminense é o time que mais marca antes dos 10 minutos, mas tem maioria dos gols no segundo tempo

Momentos do jogo em que o Tricolor mais vezes balançou a rede foram entre os 20 e os 45 minutos da etapa final; gol do Vasco foi o primeiro no fim neste Brasileiro

Lance
Lance

Lance

Lance

A primeira partida de Marcão no comando do Fluminense foi marcada pela força no primeiro tempo e a queda no segundo, como vinha sendo até com Odair Hellmann. Essa atenção redobrada no início das partidas é refletida, em partes, nos números. Só no Brasileirão, o Flu marcou seis vezes antes dos 10 minutos do primeiro tempo, tornando-se o líder neste quesito, seguido do Flamengo, com cinco. E normalmente o gol cedo significa conquistar pontos para o Tricolor. Mesmo com o empate amargo, Wellington Silva manteve a escrita ao marcar aos oito minutos em São Januário.

> Valores detalhados: veja o ranking com os 30 clubes que mais valem no Brasil

Ao longo de toda temporada, o Fluminense perdeu apenas um jogo quando marcou antes dos 10 minutos. No entanto, naquela ocasião, o Red Bull Bragantino já estava à frente no placar com um gol relâmpago em segundos. O Tricolor acabou derrotado por 2 a 1. Foram seis vitórias (Vasco, Coritiba, Resende, Bangu, Botafogo e Corinthians), além de dois empates (Vasco e Atlético-GO). Nenê foi quem mais marcou nesse começo das partidas, com três gols. Wellington Silva fez dois, enquanto Evanilson, Luccas Claro, Michel Araújo e Dodi tem um cada.

Entretanto, é depois do intervalo que o Tricolor mais balançou a rede em 2020. Foram 45 gols marcados na segunda etapa, enquanto no primeiro tempo são 28. O momento preferido do Flu é entre os 30 e os 45 minutos finais dos confrontos, com 16 gols. Veja o ranking total abaixo.

VEJA A TABELA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

Com relação aos gols sofridos no final das partidas, o marcado por Germán Cano que garantiu o empate por 1 a 1 ao Vasco, na última rodada, foi apenas o quarto nesta temporada e o primeiro no Brasileirão. Antes disso, o Tricolor havia sofrido com Figueirense, na vitória por 1 a 0 na Copa do Brasil, com Alemão aos 37 minutos, e o Volta Redonda, com o gol derradeiro aos 44 minutos na vitória por 3 a 0. Além disso, Vitinho garantiu a vitória do Flamengo por 1 a 0 aos 49 minutos.

Com lances a favor, por exemplo, o Flu fez nova gols no fim neste ano. Três deles garantiram pontos, Nenê contra a Cabofriense (1 a 0) e contra o Corinthians (2 a 1) e Danilo Barcelos com o Ceará (2 a 2). Outros apenas aumentaram a vitória quando Marcos Paulo marcou contra Moto Club (5 a 2) e Santos (3 a 1), Hudson fez frente ao Madureira (5 a 1), Fernando Pacheco contra o Vasco (2 a 0) e Gabriel Capixaba contra o Bangu (5 a 1). A única derrota foi quando Digão diminuiu contra o Flamengo (2 a 1).

- Buscar esse equilíbrio do primeiro e do segundo tempo. Queremos a equipe jogando como no primeiro tempo, com agressividade, posse de bola, infiltrações... A gente pensou que o Vasco voltaria em um formato diferente, mas não conseguimos fazer o encaixe e ficamos presos. Vamos tentar fazer a equipe ficar mais parecida com o que apresenta no primeiro tempo - avaliou Marcão após o empate.

GOLS DO FLUMINENSE:
1º TEMPO

0 - 10' - nove gols
10' - 20' - cinco gols
20' - 30' - três gols
30' 0 45' - 11 gols

2º TEMPO

0 - 10' - seis gols
10' - 20' - oito gols
20' - 30' - 15 gols
30' 0 45' - 16 gols

Últimas