Campeonato Brasileiro

Futebol Flamengo tropeça na Chape em jogo com polêmicas de arbitragem

Flamengo tropeça na Chape em jogo com polêmicas de arbitragem

Matheuzinho e Michael fizeram para o Rubro-Negro, mas Kaio Nunes marcou dois para o Verdão do Oeste

Lance

O Flamengo se enrolou ainda mais na missão de perseguir o Atlético-MG. O time empatou por 2 a 2 com a quase rebaixada Chapecoense nesta segunda-feira (8), na Arena Condá, pela 30ª do Campeonato Brasileiro. Matheuzinho e Michael fizeram para o Rubro-Negro, mas Kaio Nunes marcou dois para o Verdão do Oeste.

O resultado não permite que o Fla, terceiro colocado, volte à vice-liderança; está com 54 (11 a menos em relação ao Galo, líder, e um atrás do Palmeiras, o segundo). A Chape passa a somar insuficientes 15 pontos.

No individual funciona
Com dez desfalques, o Flamengo passou longe de empolgar nos minutos iniciais. Moroso e passivo na marcação, viu a Chapecoense criar as duas primeiras jogadas de perigo, ambas pela direita; Henrique Almeida mandou para a longe a principal, na altura da marca da cal. E o talento individual teve que sobressair: Matheuzinho apostou no mano a mano, já dentro da área, e soltou uma pancada rasante e cruzada, abrindo o marcador. Aliás, foi o primeiro gol do lateral-direito pelos profissionais do Flamengo.

Matheuzinho abriu o placar (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

Matheuzinho abriu o placar (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

Lance

Vira, virou

A Chapecoense teve a sua ousadia para atacar em bloco premiada. Apertou no ritmo quanto à postura ofensiva e, explorando uma frágil marcação dos visitantes, virou o placar num intervalo de cinco minutos. Kaio Nunes marcou ambos os gols, sendo o primeiro depois de conferência do VAR (bola atravessou a linha apenas milimetricamente) e o segundo após uma bela jogada individual de Anderson Leite, que até caneta em Michael na linha de fundo deu antes de cruzar na cabeça do atacante.

Jogo terminou empatado em 2x2 (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

Jogo terminou empatado em 2x2 (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

Lance

Empate e polêmicas do apito

Por falar em VAR e Michael, ambos entrariam em ação sob holofotes na reta final da primeira etapa. Quanto ao apito, o Fla reclamou bastante de dois lances: um em que Gabi tocou por cima de Keiller, já da pequena área, e foi derrubado, o que foi ignorado pela arbitragem, e o último quando o camisa 9, partindo do próprio campo, recebeu de Arão, se antecipou ao goleiro da Chape e teve o lance (ajustado) anulado. Não houve a recomendada espera, mas, sim, muita reclamação. E isso ocorreu com o jogo já empatado novamente.


Pouco antes, o próprio Gabi achou um lindo passe vertical, num contragolpe, direcionado a Michael, que driblou Keiller e só empurrou para a rede. Primeiro tempo de trocação franca teve de quase tudo e não deixou a desejar em emoção.

Fla ligado de novo
Se você sentiu falta de um vermelho como ingrediente, relaxe. Kaio Nunes foi expulso na casa 15' do segundo tempo, após levar o segundo amarelo, quando o jogo estava num ritmo sonolento. Depois, o Fla ligou na tomada e obrigou Keiller a trabalhar em sequência. Gabi esteve perto do gol 100 pelo clube e viu o goleiro brilhar cara a cara.

Blitz pela vitória

O desempenho coletivo do Flamengo, como tem sido recorrente com Portaluppi, foi um desastre. Mesmo com um jogador a mais, o Rubro-Negro cedeu espaços em estocadas esporádicas da Chapecoense, que teve alguns escanteios perigosos, e foi para a reta final com cinco atacantes de ofício (Vitor Gabriel e Vitinho entraram nas vagas de Ramon e Gomes, respectivamente).

Nos minutos derradeiros, Everton Ribeiro pisou em Alan Santos depois de sofrer uma falta e foi expulso diretamente. E isso ocorreu depois que a Chape teve a melhor chance da etapa final, quando Gabriel Batista ficou pelo caminho, no meio, e Bruno Silva errou a mira na tentativa de fora, sem goleiro. E terminou tudo igual em Chapecó.

Próximos compromissos

A Chapecoense terá o Juventude pela frente, novamente em casa, neste domingo, pela 32ª rodada (adiantada) do Brasileiro. Já o Flamengo terá o Bahia nesta quinta, no Maracanã, pela 31ª rodada.

CHAPECOENSE X FLAMENGO - 30ª RODADA DO BRASILEIRO
Data e horário
: 08/11/2021, às 20h (de Brasília)
Estádio: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Árbitro: Denis da Silva Ribeiro Serafim (AL)
Assistentes: Esdras de Lima Albuquerque (AL) e Brigida Cirilo Ferreira (Fifa/AL)
VAR: Jose Claudio Rocha Filho (VAR-Fifa/SP)
Cartões amarelos: Kaio Nunes, Alan Santos e Renê Júnior (CHA) / Matheuzinho, Gabigol e Bruno Viana (FLA)
Cartões vermelho: Kaio Nunes (CHA) / Everton Ribeiro (FLA)

GOLS: Matheuzinho, 26'/1ºT (0-1); Kaio Nunes, 26'/1ºT (1-1), 31'/1ºT (2-1); Michael, 41'/1ºT (2-2)

CHAPECOENSE (Técnico: Felipe Endres)
Keiller; Matheus Ribeiro, Ignácio, Joilson e Busanello; Moisés Ribeiro (Alan Santos, intervalo), Denner (Geuvânio, 38'/2ºT), Anderson Leite (Ezequiel, 32'/2ºT) e Mike (Bruno Silva, 18'/2ºT); Kaio Nunes e Henrique Almeida (Renê Júnior, 18'/2ºT).

FLAMENGO (Técnico: Renato Gaúcho)
Gabriel Batista; Matheuzinho, Rodrigo Caio, Bruno Viana e Ramon (Vitor Gabriel, 28'/2ºT); Arão, Gomes (Vitinho, 21'/2ºT) e Everton Ribeiro; Michael, Bruno Henrique e Gabigol.

Agüero é mais um! Veja jogadores que sofreram problemas cardíacos

Últimas