Tragédia no Flamengo
Futebol Flamengo acerta indenização com família de Jhonata Ventura

Flamengo acerta indenização com família de Jhonata Ventura

Assinatura do contrato com um dos garotos vítima do incêndio do Ninho do Urubu ocorreu na manhã desta segunda-feira na sede social do clube

Assinatura do contrato ocorreu na manhã desta segunda-feira na sede social do clube

Flamengo fecha acordo indenizatório com a família de Jhonata Ventura

Flamengo fecha acordo indenizatório com a família de Jhonata Ventura

Reprodução

O Flamengo fechou acordo de indenização com a família do atleta Jhonata Ventura na manhã desta segunda-feira, na Gávea. A assinatura do contrato indenizatório contou com a presença da mãe do jogador, Renata Cruz, do advogado da família, Jonadab Carmo de Souza, do vice-presidente geral e jurídico do clube, Rodrigo Dunshee, e do diretor jurídico, Bernardo Accioly.



- Estou com muitas expectativas boas. Queria estar jogando, mas estou acompanhando de perto e vendo meus companheiros ganhando títulos. Espero estar em breve de volta. Graças a Deus tudo se resolveu da melhor maneira. Agora é só focar na recuperação. Quero escrever mais histórias ainda com a camisa do Flamengo dentro de campo - afirma Jhonata.

O jogador, que ficou hospitalizado por dois meses, segue se recuperando e acompanhando de perto os passos dos seus companheiros nas categorias de base do clube. Em entrevista ao Site Oficial, Rodrigo Dunshee falou sobre o acordo com Jhonata Ventura e sua família com o clube.

- O Jhonata é um exemplo, um guerreiro que lutou muito. Ajudou e salvou seus amigos. Para o Flamengo ele é um herói. Ficamos muito felizes de estar fechando mais um acordo e estar avançando no sentindo de virar essa página triste da nossa história. Tenho certeza que ele voltará aos gramados e dará muito alegria para a torcida - destacou.

O incêndio atingiu o alojamento das divisões de base do Flamengo no dia 8 de fevereiro, vitimando 10 atletas entre 14 e 17 anos. Treze jovens sobreviverem sem ferimentos, mas, além de Jhonata Ventura, outros dois garotos precisaram ser hospitalizados: Francisco Dyogo, de 15 anos, e Cauan Emanuel, de 14. Os dois receberam alta ainda em fevereiro e, inclusive, já voltaram a atuar pelo Fla.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook.