Futebol ‘Fla-Madrid’: os jogadores que defenderam o Flamengo e o Real

‘Fla-Madrid’: os jogadores que defenderam o Flamengo e o Real

A sexta-feira foi marcada pela apresentação de Vinicius Júnior; outros jogadores já sentiram o gostinho de vestirem as duas camisas na carreira

vinicius jr, real madrid

Vinicius Júnior amplia a relação entre Flamengo e Real Madrid

Vinicius Júnior amplia a relação entre Flamengo e Real Madrid

Reprodução

Flamengo e Real Madrid, mais uma vez, têm em algo em comum em suas histórias: Vinicius Júnior. Contratado por 45 milhões de euros (R$ 203 milhões, na cotação atual) e apresentado pelo clube espanhol nesta sexta-feira, ele aumenta a ligação entre Fla e Madrid. Curiosamente, até uma torcida, a “Fla-Madrid”, já existiu (em 1998, para secar o Vasco e torcer pelo Real, que à época contava com uma revelação rubro-negra, na final do Mundial).

Lista de jovens mais caros tem Mbappé no topo

Vinicius Júnior é o segundo atleta negociado pelos cariocas com os espanhóis. O Rubro-Negro também buscou dois atletas, por empréstimo, dos merengues.

Na lista do “Fla-Madrid”, seis jogadores defenderam Flamengo e Real. Um foi emprestado pelo clube espanhol ao Rubro-Negro, mas não chegou a fazer jogos oficiais pelo Real.

Abaixo a ‘Fla-Madrid’:

Evaristo de Macedo

Evaristo foi ídolo no Flamengo

Evaristo foi ídolo no Flamengo

Reprodução

O atacante fez história pelo Flamengo. Ao todo, foram 103 gols em 190 jogos. Evaristo de Macedo também brilhou pelo Barcelona, pelo qual foi ídolo, e depois defendeu o Real Madrid por duas temporadas (19 partidas e seis gols de 1962 a 1964). Retornou para o Fla na sequência. Evaristo também foi técnico do Flamengo.

Domínguez

Real era uma máquina na década de 60

Real era uma máquina na década de 60

Reprodução

Goleiro argentino, defendeu o Real Madrid de 1957 a 1962, época de Di Stéfano. Domínguez encerrou a carreira no Flamengo, em 1969.

Sávio

Sávio pelo Real Madrid

Sávio pelo Real Madrid

Divulgação

Revelado pelo Flamengo, Sávio foi vendido ao Real Madrid em 1997. O atacante defendeu o clube espanhol até a temporada 2001/2002. Disputou 160 jogos e fez 30 gols – ganhou três Champions League e foi campeão espanhol também.

Zé Roberto

Zé Roberto atuou pelo Real Madrid

Zé Roberto atuou pelo Real Madrid

Reprodução

Após se destacar na Portuguesa, Zé Roberto foi vendido ao Real Madrid no início de 1997. Porém, fez poucos jogos (foram apenas 22 partidas e um gol) e ficou no clube até 1998, quando foi emprestado para o Flamengo. Defendeu o Rubro-Negro por um semestre.

Ricardo Rocha

Rocha se aposentou no Flamengo

Rocha se aposentou no Flamengo

Reprodução

O zagueiro defendeu o Real Madrid de 1991 a 1993 – foram 88 jogos pelo clube espanhol. Ricardo Rocha se aposentou no Flamengo, em 1998.

Petkovic

Pet é ídolo no Flamengo

Pet é ídolo no Flamengo

João Mércio/Lancepress!

Destaque na extinta Iugoslávia, Petkovic chamou atenção e foi contratado pelo Real Madrid em 1995. Porém, pouco jogou (foram apenas seis jogos oficiais). O meia depois se tornou ídolo do Flamengo, pelo qual se aposentou em 2011. Pet, em duas passagens, somou 198 jogos e 57 gols com a camisa rubro-negra.

Rodrigo Fabri

Fabri na apresentação no Real Madrid

Fabri na apresentação no Real Madrid

Divulgação

Também faz parte do “Fla-Madrid.” O meia-atacante foi emprestado pelo Real Madrid ao Flamengo. A exemplo de Zé Roberto, Rodrigo Fabri surgiu na Portuguesa e foi para o Real em 1998. De cara, foi emprestado ao Fla – ficou na Gávea até fevereiro de 1999. Fabri acumulou sucessivos empréstimos e nem sequer entrou em campo (jogo oficial) pelo Real.

Curta a página R7 Esportes no Facebook

Não é só Cristiano Ronaldo que está 'velhinho', mas não 'acabado'

    Access log