Fernandinho: 'A situação na China é mais confortável que no início do ano'

Em exclusiva ao LANCE!, o atacante ex-Grêmio e Flamengo falou sobre o coronavírus no país e como está fazendo para manter a forma física

Lance

Lance

Lance

A paralisação do futebol foi difícil para todos. Na China, um dos países mais afetados pelo COVID-19, não foi diferente. Em conversa com o LANCE!, o atacante Fernandinho, ex-Grêmio e Flamengo, mas que atua hoje no Chongqing Dangdai, explicou como está mantendo para manter a forma física.

- O fato de estar treinando em casa por recomendação do Ministério da Saúde, tomando os devidos cuidados, não é a mesma coisa de estar treinando no seu clube, mas é o que podemos fazer. Mantenho a rotina com alguns equipamentos necessários para que eu possa fazer aquilo que o preparador físico do Chongqing tem pedido. Temos o auxílio de toda a preparação física para que possamos estar o mais próximo possível da condição física ideal para podermos atuar no retorno dos campeonatos.

Fernandinho também falou sobre a situação na China, que segundo ele, já melhorou.

- A situação hoje é bem mais confortável do que no início do ano. Outros países estão vivendo momentos mais complicados. Estamos todos torcendo para que esse momento complicado passe.

Em relação ao retorno dos campeonatos, o atacante é cauteloso. Mas, de acordo com o jogador, logo os campeonatos devem ser retomados.

- É muito difícil prever um tempo. Estamos na torcida para que tudo retorne ao normal e que possamos retomar a nossa rotina, trabalho, treinos, jogos. É bem complicado. Nenhum atleta gosta de permanecer dessa forma. É um caso específico, então temos que tomar cuidado para ajudarmos um aos outros. O melhor meio é tomar as devidas previdências, precauções, seguindo o Ministério da Saúde. Assim, poderemos ajudar as pessoas que precisam. Creio que logo os campeonatos voltarão não só na China, mas em todo o mundo. 2020 não será um ano fácil, mas iremos superar e sairemos de forma abençoada disso.