Libertadores

Futebol Dos vexames ao protagonismo: como o Flamengo transformou sua história na Libertadores

Dos vexames ao protagonismo: como o Flamengo transformou sua história na Libertadores

Após eliminações decepcionantes em sequência, o Rubro-Negro se tornou grande força e jogará sua segunda final em três anos, no dia 27, no Uruguai, contra o Palmeiras

Lance
Lance

Lance

Lance

No dia 27 de novembro, contra o Palmeiras, no Uruguai, o Flamengo jogará sua terceira final de Libertadores, a segunda em três anos. Quem olha os números do time na edição entende o protagonismo conquistado pelo Rubro-Negro nos últimos anos. Porém, nem sempre a trajetória do clube na competição foi assim.


+ Relembre a trajetória do Flamengo na Libertadores 2021

Início da trajetória rubro-negra

O Flamengo contabiliza 17 participações na competição e chegou à Glória Eterna logo em sua estreia, em 1981. Nos três anos seguintes disputou novamente, chegando às semifinais em duas oportunidades (1982 e 1984) e parando na fase de grupos em uma (1983).

+ 1981 e 2019: Conheça os jogadores que foram campeões da Libertadores pelo Flamengo

O Rubro-Negro voltou a participar da Libertadores 1991, sendo eliminado nas quartas de final pelo Boca Juniors-ARG. Dois anos depois caiu na mesma fase para o São Paulo, campeão da edição.

+ Flamengo conquistou sua primeira Libertadores no Centenário, palco da final; veja o retrospecto no estádio

Eliminações traumáticas e vexames

A maioria das participações do Flamengo no século XXI foram decepcionantes para os torcedores. O clube ficou pela fase de grupos em quatro oportunidades, sendo uma delas ficando em último em seu grupo, em 2002. Já as outras três foram com requintes de crueldade.

Em 2012, o time de Ronaldinho Gaúcho precisava de uma combinação de resultados para se classificar. Com a vitória por 3 a 0 sobre o Lanús-ARG, com show do Bruxo no estádio Nilton Santos, era necessário o empate entre Olímpia-PAR e Emelec-EQU. O resultado estava acontecendo, porém o time equatoriano marcou no fim e ficou com a vaga, abalando todos que aguardavam no Engenhão o fim da partida dos rivais.

Dois anos depois, um vexame em casa. Dependendo só de si para se classificar, o Flamengo, até então atual campeão da Copa do Brasil, foi derrotado para o modesto Léon-MEX por 3 a 2 em pleno Maracanã, ficando mais uma vez pelo caminho.

Em 2017, roteiro parecido. Dependendo apenas de um empate, o time sofreu um gol do San Lorenzo no fim do jogo na Argentina, perdendo por 2 a 1 e ficando sem a classificação às oitavas.

O mata-mata também foi cruel com o torcedor rubro-negro. O clube foi eliminado nas quartas uma vez, em 2010, para a Universidad do Chile, e três vezes nas oitavas, para o Defensor-URU, em 2007, para o América-MEX, em 2008, e para o Cruzeiro, em 2018. Delas, a mais dolorosa foi contra os mexicanos.

Depois de fazer 4 a 2 no México, os torcedores fizeram uma festa no Maracanã para o time e para Joel Santana, treinador que estava se despedindo do clube. Porém, a equipe não deu o retorno esperado: derrota por 3 a 0 em casa, com três gols do paraguaio Salvador Cabañas, e mais uma eliminação.

+ Palmeiras x Flamengo: Saiba como e onde trocar os ingressos da final da Libertadores 2021

2019 de protagonismo e retorno à Gloria Eterna

A temporada 2019 foi dos sonhos para os flamenguistas. Com o título do Campeonato Carioca no início da temporada, o Rubro-Negro também venceu o Campeonato Brasileiro e a Libertadores com muita autoridade.

Durante o caminho na competição continental, o clube enfrentou algumas dificuldades, como o avanço nos pênaltis contra o Emelec-EQU nas oitavas de final. Porém, jogando o fino, o time de Jorge Jesus superou o Internacional nas quartas e amassou o Grêmio nas semis, com direito a goleada por 5 a 0 no Maracanã. Na final, o tão sonhado título veio com emoção, virando o jogo sobre o River Plate, com gols de Gabigol aos 88' e 90'.

A partir dali, o Flamengo se estabeleceu de vez como favorito nas competições nacionais e internacionais. Apesar de uma eliminação nos pênaltis para o Racing-ARG nas oitavas de final em 2020, o clube carioca está de novo na final do principal campeonato sul-americano.

Buscando manter os 100% em finais da Libertadores, Flamengo encara o Palmeiras no sábado, dia 27 de novembro, às 17h, no estádio Centenário, no Uruguai. O LANCE! trará todas as informações do confronto histórico entre os clubes brasileiros.

Últimas