Campeonato Brasileiro

Futebol Diniz exalta liderança: 'Grande fase do São Paulo e da minha carreira'

Diniz exalta liderança: 'Grande fase do São Paulo e da minha carreira'

Técnico comemorou ótimo momento da equipe e fez parâmetro com sua trajetória. Se vencer outro jogo atrasado, time pode abrir 5 pontos na ponta

Lance
Fernando Diniz admite que vive um momento especial na carreira

Fernando Diniz admite que vive um momento especial na carreira

Rubens Chiri/saopaulofc.net

O São Paulo bateu o Goiás por 3 a 0 e assumiu a liderança isolada do Campeonato Brasileiro, com 44 pontos, dois a mais que o Atlético-MG. O técnico Fernando Diniz tratou de elogiar o ótimo desempenho recente da equipe, que, segundo o treinador, vem evoluindo a cada dia.

"Acredito que é um grande momento do São Paulo e da minha carreira. A maneira como o time está evoluindo, principalmente nas coisas subjetivas, que não aparecem com tanta clareza para vocês que assistem, mas os laços que estão fortalecidos como equipe, as coisas vêm ficando cada vez mais harmoniosas, o que dá mais eficiência técnica e tática", afirmou Diniz, em entrevista coletiva após a vitória.

O técnico também comentou os números do São Paulo no Brasileirão. São 15 jogos de invencibilidade, melhor defesa da competição, com 20 gols sofridos e o segundo melhor ataque, com 37 gols. Porém, para o técnico, os números muitas vezes podem enganar, assim como foi na sua trajetória no Athletico, em 2018 e Fluminense, em 2019.

"Eu acho que os números não definem quem eu sou, não é esse tipo de número que vai me definir, como meus números do Athletico ou Fluminense também não me definem. Minha melhor versão é a de hoje. Acredito muito no processo de viver, a gente vai melhorando. Trabalho e me dedico 100% ao futebol. Resultados são momentâneos, nada dura para sempre. Agora, a entrega tem que ser uma coisa linear. Amo ser treinador de futebol, amo ajudar os jogadores de maneira especial, e isso eu fiz em todos os lugares que passei. Hoje pode ser o momento dos melhores resultados, mas temos sempre que melhorar", finalizou o treinador.

Boxeadora brasileira é suspeita de espancar marido até morte na Suíça

Últimas