Corinthians

Futebol 'Decisões' em casa forçam Corinthians a melhorar desempenho como mandante com Mancini

'Decisões' em casa forçam Corinthians a melhorar desempenho como mandante com Mancini

Com sequência de duas partidas decisivas em casa nas próximas rodadas do Brasileirão, Timão de Mancini precisa melhorar aproveitamento como mandante para ir à Liberta

Lance
Lance

Lance

Lance

Enquanto a briga por uma das vagas na Copa Libertadores esquenta na faixa média da tabela do Brasileirão-2020, o Corinthians junta os cacos das derrotas recentes para buscar uma retomada no campeonato e qualquer detalhe pode fazer a diferença, como por exemplo o desempenho como mandante que, com Vagner Mancini é pior do que fora de casa. De olho em duas decisões nas duas próximas rodadas na Neo Química Arena, será preciso melhorar os números.


TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

GALERIA
> Relembre quantos jogadores da base o Corinthians utilizou nesta temporada

Nesta quarta-feira, às 21h30, no estádio corintiano, o Timão recebe o Ceará, pela 34ª rodada do Brasileirão-2020. Ambos estão com 45 pontos e brigam por uma vaga na Copa Libertadores. Uma semana depois, na outra quarta-feira, será a vez de receber o Athletico-PR, também às 21h30. Assim como o Vozão, o Furacão tem 45 pontos e está na mesma luta por essa tão sonhada vaga.

Em tempos com torcida, essas duas "decisões" na Neo Química Arena fariam a Fiel torcida lotar as arquibancadas e impulsionar o time rumo ao torneio continental. Acontece que isso é impossível no momento e estamos há quase um ano assim. Dessa forma, cabe ao elenco e aos membros da comissão técnica aproveitarem o fator casa para não perderem mais pontos em Itaquera.

Com Vagner Mancini, esse é um detalhe que ainda precisa melhorar, já que o aproveitamento do treinador como mandante deixa a desejar. Até aqui são dez partidas, com cinco vitórias, um empate e quatro derrotas, ou seja, 53,33% dos pontos disputados. O último revés aconteceu diante do Red Bull Bragantino, o primeiro depois de uma sequência de quatro triunfos consecutivos.

Antes disso, havia conseguido apenas uma vitória em cinco jogos, diante do Internacional, por 1 a 0. Apesar de ter melhorado com a sequência positiva, a derrota para o RB, da maneira que foi, acabou chamando de volta aquele sentimento de oscilação que o time mostrou durante grande parte do ano de 2020, algo que parecia ter sido controlado desde a chegada de Mancini.

Para se ter uma ideia, o desempenho como visitante do treinador é até um pouco melhor, com metade das derrotas sofridas em casa. Até aqui são nove partidas, quatro vitórias, três empates e duas derrotas, ou seja, 55,55% de aproveitamento dos pontos disputados. O primeiro revés de Mancini fora de casa foi justamente na goleada no Dérbi. Antes de perder para o Palmeiras, a equipe vinha de sete partidas de invencibilidade longe de seus domínios.

Sendo assim, será necessária uma reação em casa para afastar a tendência de queda e recuperar a confiança para buscar essa vaga na Libertadores. Para isso, as vitórias contra Ceará e Athletico-PR são essenciais para o futuro do clube em 2021. Além de deixarem o Corinthians em bom caminho na tabela, elas melhorarão o aproveitamento de Mancini como mandante e farão com que a derrota para o Bragantino tenha sido apenas um tropeço no percurso.

Para essa sequência de decisões, o Timão volta a treinar na tarde desta terça-feira, no CT Joaquim Grava, para encerrar a preparação para encarar o Ceará, nesta quarta-feira, às 21h30, na Neo Química Arena, pela 34ª rodada do Brasileirão-2020. Atualmente, o Timão ocupa a décima posição com 45 pontos.

Números

Mancini como mandante
​10 jogos
5 vitórias
1 empate
4 derrotas
53,33% de aproveitamento

Mancini como visitante
9 jogos
4 vitórias
3 empates
2 derrotas
55,55% de aproveitamento

Últimas