Futebol De arrepiar! O emocionante discurso de Alison antes de Santos e Boca

De arrepiar! O emocionante discurso de Alison antes de Santos e Boca

Volante afirmou que o Peixe não "pipoca" para nenhum adversário e que o time argentino teria de "suar sangue" na quarta para derrotar o Santos na Bombonera

Lance
Lance

Lance

Lance

O Santos empatou sem gols com o Boca Juniors, na Bombonera, na quarta-feira, pelo jogo de ida da semifinal da Taça Libertadores. Na noite desta quinta, o clube publicou o vídeo de bastidores no duelo no Facebook e o capitão Alison chamou a atenção com um discurso emocionante no vestiário. Além disso, o volante reforçou a importância da vaga e afirmou que os adversários teriam de "suar sangue" para tirar a classificação do clube.

- Não importa onde a gente está e contra quem a gente vai jogar, o que importa é quem a gente é. A gente só está onde a gente está porque a gente não ligou quando quiseram colocar a gente embaixo da tabela, quando falaram que a gente não ia classificar. A gente não ligou pra isso. A gente só foi o que a gente é, e o que a gente é? Vencedor! Somos é família. Somos é humilde. Porque quando precisa correr, a gente corre. Quando precisa brigar, a gente briga. E não pipoca para ninguém. Deram 4% de chance da gente passar, 4% é muito pra gente. Quando a gente saiu de casa e deixou nossa família lá para correr atrás do nosso sonho, a gente não tinha 4% de chegar aqui, tínhamos bem menos e hoje vocês estão dando a oportunidade na nossa mão, para os cara tirar eles vão ter que suar sangue. Vamos chegar lá e ser família. Vamos se ajudar, um vai correr pelo outro e quando tirar difícil vamos ser a gente. Vamos! - disparou o jogador.

O camisa 5 do Alvinegro é um dos jogadores mais velhos no clube e também formado nas categorias de base. O volante foi capitão da equipe na Bombonera e se destacou, assim como na goleada de 4 a 1 sobre o Grêmio, na Vila Belmiro, nas quartas da competição.


Com o empate nesta quarta, a decisão ficou para o jogo de volta. O Peixe recebe o Boca Juniors, às 19h15 horas, na Vila Belmiro. O Santos precisa vencer a equipe argentina para chegar a final. O Boca se classifica com empate com gols ou vitória. Um novo 0 a 0 no placar leva a decisão para os pênaltis.

Últimas