Daniel Alves se junta à delegação do São Paulo em Minas e vai para o jogo

Camisa 10 ganhou um tempo extra de descanso após a longa viagem de Singapura ao Brasil. Ele viajou sozinho para Belo Horizonte e depende do físico para ser titular

Lance

Lance

Lance

Daniel Alves juntou-se à delegação do São Paulo em Belo Horizonte e está à disposição de Fernando Diniz para o jogo contra o Cruzeiro, às 21h desta quarta, no Mineirão. Ele pode até começar como titular, mas o técnico não deu pistas da formação que mandará a campo.

​O São Paulo começou a semana acreditando que Daniel nem iria para Minas. Ele jogou todos os minutos dos amistosos da Seleção contra Senegal e Nigéria, em Singapura, e reapresentou-se na Barra Funda na terça de manhã após quase um dia inteiro viajando. Apesar do desgaste, o camisa 10 se colocou à disposição e o clube montou um plano para deixá-lo apto a jogar.

​Dani foi liberado após o treino de terça e usou botas pneumáticas em sua casa para recuperar a musculatura. Ele não embarcou com a delegação, que chegou à capital mineira na última noite, para ter mais tempo de descanso. Agora, será avaliado pela comissão técnica para que se defina por quantos minutos pode atuar contra a Raposa.

​Ele brigaria por uma vaga com Liziero, Hernanes, Tchê Tchê e Vitor Bueno. Antony, de volta da Seleção olímpica, também está à disposição e deve tomar o lugar de um desses. Juanfran recuperou-se de desgaste muscular e briga por vaga com Igor Vinícius. Outra novidade é Raniel, de volta após sofrer com indisposição e amigdalite. O atacante provavelmente iniciará no banco.

​Um possível São Paulo tem Volpi, Igor Vinícius (Juanfran), Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan, Daniel Alves (Liziero) e Hernanes; Antony, Tchê Tchê e Pato.