Criatividade e tecnologia em ação na volta do futebol na Dinamarca

Jogo teve drive-in no estacionamento, publicidade gigante para cobrir setores sem público e torcida virtual nos telões em videoconferência

Torcedores acompanham virtualmente a partida

Torcedores acompanham virtualmente a partida

Lance

O futebol dinamarquês retornou nesta quinta-feira após dois meses de interrupção por causa do isolamento ocorrido em quase todos os países da Europa por causa da Covid-19. E a volta foi cheia de criatividade.

Leia mais - Torcedores sofrem sem futebol: 'Sinto falta até de xingar o juiz'

No empate em 1 a 1 entre AGF Aarhus e Randers, o clube mandante arranjou um jeito de fazer o duelo - com os portões fechados para evitar aglomeração capaz de propagar o vírus - contar de alguma forma com o apoio de torcedores.

Para isso, o estacionamento do estádio se transformou num drive-in, com a presença de centenas de torcedores em seus carros. E o mais inusitado: na altura das cadeiras inferiores, no meio de campo, foram instaladoss três telões gigantes um ao lado do outro. Neles, apareciam torcedores que entravam direto de suas casas por videoconferência. Eles interagiam, pois o som ficava em aberto quando apareciam (havia um revezamento dos fãs, sempre às centenas). De acordo com a diretoria do Aahus, dez mil pessoas acompanharam o jogo desta forma.

- Quando o torcedor vai a um jogo de futebol, ele quer ter a experiência de torcer em conjunto. Essa foi uma chance das pessoas se reunirem - disse Soren Carlsen, diretor de imprensa do Aahus, totalmente satisfeito com a ação que aproximou os torcedores dos atletas num jogo sem público real.

E o Aarhus não ficou por aí. Um forte sistema de som fazia o efeito da torcida (como vem ocorrendo nos jogos do Campeonato Alemão) e, para não dar a sensação de cadeiras vazias nos outros assentos fora da região onde estavam os telões, painéis gigantes (ao estilo bandeirões e mosaicos) estampavam os nomes dos muitos patrocinadores.

No fim, os torcedores do Aarhus podem dizer que o empate acabou tendo sabor de vitória. No primeiro tempo, o time sofreu um gol que foi uma pintura: Simon Piesinger recuperou a bola e, pouco depois do meio de campo, deu um chute forte e por cobertura, pegando o goleiro adiantado (e que falhou, tentando dar um tapinha para escanteio com a mão mole).

Porém, na etapa final, o Aarhus martelou até o fim, sufocou o adversário, principalmente após os 40 minutos, e chegou ao empate num gol de Patrick Mortensen já nos acréscimos, aos 47, para delírio dos torcedores em suas casas e nos carros do drive in/estacionamento.

Veja também: Comerciantes e voluntários promovem onda de solidariedade em meio à pandemia

O empate levou o AGF Aarhus aos 41 pontos em terceiro lugar. O Randers é o sétimo, com 35 pontos.

O Campeonato Dinamarquês segue nesta sexta-feira entre Silkeborg e Nordsjaelland. A competição é liderada pelo Midtjylland, que tem 60 pontos. O FC Copenhague vem a seguir com 50.

Eles são 'velhinhos', mas ainda valem muito dinheiro no futebol