Futebol Corinthians e Flamengo fecham acordo para ampliar setor visitante nos dois estádios na Libertadores

Corinthians e Flamengo fecham acordo para ampliar setor visitante nos dois estádios na Libertadores

Cerca de quatro mil ingressos serão disponibilizados para os visitantes, tanto na Neo Química Arena quanto no Maracanã

Lance
Lance

Lance

Lance

As diretorias de Corinthians e Flamengo selaram um acordo que vai aumentar a capacidade das torcidas visitantes nas partidas entre os clubes nas quartas de final da Libertadores, tanto na Neo Química Arena quanto no Maracanã.

+ GALERIA - Confira quantos minutos cada jogador do Timão esteve em campo neste ano

Cerca de quatro mil lugares estarão reservados para torcedores flamenguistas na partida desta terça-feira (2), em Itaquera. A torcida do Flamengo ficará no setor Sul da Arena (portão staff).

A delimitação será feita através de um acrílico que separa o setor visitante da torcida corintiana. O número representa 8,13% da capacidade total da Neo Química Arena, que comporta 49.205 pessoas

A mesma carga de ingressos será vendida para os corintianos que irão acompanhar o jogo no Maracanã, na próxima terça-feira (9). O número representa 5,71% da quantidade máxima do estádio, que pode receber até 78.838 pessoas.

+ TABELA - Timão ou Flamengo? Simule o mata-mata da Libertadores

Os ingressos para a torcida do Timão no palco do jogo de volta ainda não foram colocados à venda.

Contra o Boca Juniors, pela fase de grupos da Libertadores, a diretoria alvinegra também arquitetou um acordo de reciprocidade com o clube argentino, e as duas equipes tiveram um aditivo no setor visitante, tanto na Arena quanto na Bombonera.

Através de suas redes sociais, o Corinthians publicou uma mensagem explicando as razões que levaram o clube a realizar o acordo com o Flamengo.

- O Timão luta pela maior presença possível da Fiel em todos os estádios e decisões. Por isso, fizemos um acordo para aumentar nossos ingressos no jogo do Rio: 4 mil para os visitantes em cada um dos jogos, cumprindo regra de reciprocidade com a mesma quantidade para o rival - escreveu o Corinthians.

Últimas