Campeonato Brasileiro

Futebol Com gol no fim, Santos arranca empate do Bragantino fora de casa

Com gol no fim, Santos arranca empate do Bragantino fora de casa

Red Bull aproveitou bobeiras da zaga para ficar em vantagem duas vezes, mas o Peixe mostrou poder de reação

Lance
Marcos Leandro marcou o gol de empate no fim do jogo

Marcos Leandro marcou o gol de empate no fim do jogo

Lance

O Santos foi a Bragança Paulista neste domingo (18) encarar o Red Bull Bragantino, um dos times mais bem montados do Campeonato Brasileiro e, de quebra, tentar encerrar o jejum sem vitórias fora de casa na competição. Não conseguiu, mas trouxe um ponto importante: 2 a 2.

Sem poder contar com Jean Mota, suspenso pelo 3º cartão amarelo, o técnico Fernando Diniz promoveu a entrada de Carlos Sánchez pela 1ª vez como titular após a cirurgia no joelho. O uruguaio foi o principal destaque do time, que só jogou bem no segundo tempo.

O resultado levou o Santos a 16 pontos ganhos em 12 jogos disputados, o que mantém o time em posição intermediária na tabela do Brasileirão. O Red Bull Bragantino, por sua vez, se afasta um pouco da briga pela liderança com o Palmeiras.

O jogo

O jogo começou truncado e equilibrado, sem muita inspiração de ambas as equipes. Aos 10 minutos, no entanto, em um lance infeliz de Moraes e Kaiky, o zagueiro se atrapalhou e perdeu a bola para Aderlan, que avançou em velocidade e cruzou para Alerrandro abrir o placar.

A boa marcação do time da casa impedia bola de chegar livre para Camacho dar início às jogadas ofensivas do Santos, e isso acabou sendo determinante para o resultado permanecer igual até a descida para os vestiários.

No segundo tempo, o cenário se alterou. O Santos voltou com Lucas Braga e Madson nas vagas de Gabriel Pirani e Pará, e o time melhorou. Camacho apareceu mais para o jogo, Marinho chamou a responsabilidade e Sánchez continuou bem.

O Santos martelou em busca do empate e, com isso, deu espaços na defesa. O Bragantino chegou a marcar o segundo, mas o gol foi anulado corretamente pelo VAR. Cleiton, por sua vez, fez três defesas excepcionais, e só não conseguiu segurar o baixinho Marcos Guilherme, que tentou duas vezes até empatar o jogo.

A zaga do Santos voltou a falhar ao deixar a bola passar e encontrar Ytalo para fazer 2 a 1, mas Marcos Leonardo, que substituiu Luiz Felipe, justamente após a falha no gol do Braga, aproveitou rebote de uma bola que bateu na trave e deixou tudo igual nos acréscimos: 2 a 2, e ponto suado conquistado.

Depois deste difícil compromisso, o Santos dá uma pausa no Campeonato Brasileiro e volta suas atenções para um desafio ainda mais difícil. O time viaja para a Argentina, onde na quinta-feira enfrenta o Independiente, em partida válida pela Copa Sul-Americana. No jogo de ida, o Peixe venceu por 1 a 0, gol de Kaio Jorge. O próximo adversário no Campeonato Brasileiro será o Atlético-GO, domingo que vem, às 18h15, na Vila Belmiro.

Ficha técnica

BRAGANTINO X SANTOS

Data e hora: 18 de julho de 2021, às 20h15 (horário de Brasília)
Local: estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira
Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Fabrini Bevilaqua Costa
Cartões amarelos: Marinho, Felipe Jonatan, Luiz Felipe, Sánchez, Zanocelo, Fernando Diniz (Santos); Maurício Barbiéri, Cuello, Weverson, Léo Ortiz (Bragantino).

GOLS: Alerrandro (Bragantino), aos 10 minutos do 1º tempo (1 x 0), Marcos Guilherme (Santos), aos 23 minutos do 2º tempo (1 x 1); Ytalo (Bragantino), aos 38 minutos do 2º tempo (2 a 1); Marcos Leonardo (Santos), aos 49 minutos do 2º tempo (2 a 2).

BRAGANTINO: Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Natan e Weverson (Edimar); Raul, Lucas Evangelista e Praxedes (Ramirez); Helinho (Artur), Alerrandro (Ytalo) e Cuello. Téc: Maurício Barbiéri

SANTOS: João Paulo; Pará (Madson), Luiz Felipe (Marcos Leonardo), Kaiky e Moraes (Felipe Jonatan); Camacho, Pirani (Lucas Braga) e Carlos Sánchez (Zanocelo); Marinho, Kaio Jorge e Marcos Guilherme. Téc: Fernando Diniz

Últimas