Campeonato Brasileiro

Futebol Com derrotas, São Paulo perde posto de melhor defesa do Brasil

Com derrotas, São Paulo perde posto de melhor defesa do Brasil

Placares contra Red Bull Bragantino e Santos fizeram Tricolor cair da liderança para a quinta defesa menos vazada da competição

Lance
São Paulo, de Volpi, levou cinco gols em dois jogos

São Paulo, de Volpi, levou cinco gols em dois jogos

Lance

O São Paulo perdeu a condição de defesa menos vazada do Brasileirão, com as derrotas para Red Bull Bragantino por 4 a 2 e Santos por 1 a 0. Agora, o sistema defensivo do Tricolor é o quinto menos vazado do campeonato, com 27 gols sofridos em 29 jogos.

Na frente da equipe, estão Fortaleza (26), Internacional (26), Palmeiras (25) e Grêmio, que sofreu 23 gols e estava junto com o São Paulo como a defesa menos vazada do torneio.



Nos dois jogos, o São Paulo teve defesas diferentes. Diante do Massa Bruta, a equipe não pôde contar com o zagueiro Arboleda, o lateral Juanfran e principalmente o volante Luan, que vem sendo um pilar na proteção dos zagueiros. Diego Costa, Igor Vinicius e Tchê Tchê foram os substitutos, mas não corresponderam as expectativas.

Já diante do Santos, o técnico Fernando Diniz não teve o zagueiro Bruno Alves, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Léo entrou na equipe, que teve as voltas de Arboleda, Juanfran e Luan. Porém, novamente a defesa foi vazada e sofreu a derrota, tendo o azar de uma falha de Volpi no gol santista.

Contra o Athletico, Fernando Diniz deve escalar sua zaga considerada ideal, com Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo. Luan deve continuar na equipe titular, fazendo a proteção do sistema defensivo. Resta saber se a equipe não será vazada e conseguirá manter o bom desempenho que marcou o Brasileirão do Tricolor.

'Moedor' de técnicos! Brasileirão 2020 já teve 24 trocas de treinador

Últimas