Coronavírus

Futebol CBF e Conmebol querem presença de público na final da Copa América

CBF e Conmebol querem presença de público na final da Copa América

Ideia da entidade sul-americana é fazer algo semelhante ao visto na final da Libertadores entre Palmeiras e Santos, por exemplo

Lance
Final da Copa América pode ter presença de torcida; entenda o caso

Final da Copa América pode ter presença de torcida; entenda o caso

Lance

A final da Copa América, no próximo sábado (10), terá a presença de 200 convidados estipulados pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Esse número pode ser maior caso a Conmebol consiga ter êxito em seu pedido para ter uma carga de convidados ainda maior.

A ideia da entidade sul-americana é fazer um grande jogo, que já tem a seleção brasileira confirmada, como o visto na final da Libertadores entre Palmeiras e Santos, por exemplo, quando o Maraca teve 5 mil presentes.

No Brasil, ao contrário da Europa, não é permitido o ingresso de torcedores nas Arenas por falta de um número mínimo da população imunizada, ou seja, vacinada com as duas doses de qualquer imunizante contra a covid-19 ou vacinado com a dose única da farmacêutica Janssen.

O primeiro governador de Estado a falar abertamente sobre um retorno do público aos estádios foi João Dória, de São Paulo. O político disse em entrevista que tem expectativa de voltar a contar com público a partir de outubro.

"Provavelmente a partir de outubro, com lotações gradualmente expandidas. Vai aumentando. Como restaurante, hoje você pode 40%. Provavelmente vai aumentar, nós vamos anunciar provavelmente essa semana", disse o governador em entrevista transmitida pelo Youtube ao canal 'Inteligência Ltda'.

"E aí, você vai fazendo isso para os demais setores também, como congressos, atividades artísticas, atividades circenses, atividades de música. Porque tudo parou: Lolapalooza, Rock in Rio, futebol. Tudo. Então, muito provavelmente, a partir de outubro isso recomeça gradualmente, de forma segura. Vai poder com 50, 60, 70%… até dar 100%. Nós vamos ter um último trimestre cheio de alegria", completou João Doria.

Vovô trincado: Zé Roberto chega aos 47 esbanjando físico invejável

Últimas