Corinthians

Futebol Cássio lamenta derrota no jogo 500 pelo Corinthians: 'Faltou colocar a bola para dentro'

Cássio lamenta derrota no jogo 500 pelo Corinthians: 'Faltou colocar a bola para dentro'

Goleiro completou marca histórica pelo clube nesta quinta-feira, mas acabou levando dois gols do Bahia. Para o camisa 12, árbitro e chances perdidas atrapalharam o Timão

Lance
Lance

Lance

Lance

Definitivamente não foi a comemoração desejada pelos 500 jogos de Cássio pelo Corinthians. A derrota por 2 a 1 para o Bahia, na Fonte Nova, nesta quinta-feira, foi um balde de água fria para o goleiro e seus companheiros, que esperavam voltar a vencer no Brasileirão-2020. Após perder oportunidades e ter um "apagão" no primeiro tempo, time fica estagnado na busca pelo G6.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

GALERIA
> Confira os clubes que já estão garantidos na Copa Libertadores 2021

Em entrevista ao Premiere, na saída de campo, Cássio analisou a atuação do Timão diante de uma equipe que briga contra o rebaixamento no campeonato. Para ele, não houve jogo na segunda etapa, o Alvinegro desperdiçou chances de marcar e o ritmo da partida acabou sendo prejudicado pelo árbitro.

- A gente estava bem no jogo, acabamos tomando dois gols em dois lances no primeiro tempo. Com dois gols atrás e tendo que buscar o resultado no segundo tempo, a gente criou oportunidades, mas acho que faltou colocar a bola para dentro, mas o time lutou, brigou até o final, teve o pênalti, questionável. No segundo tempo, o Bahia, até pela situação que está, não teve jogo praticamente. O árbitro contribuiu muito, atrasou e retardou muito o jogo.

Cássio também lamentou o fato de no seu jogo de número 500 pelo Corinthians, ter vivenciado uma derrota. No entanto, ele fez questão de agradecer a todos que de alguma forma contribuíram para que ele chegasse a essa marca histórica pelo clube, entrando em um grupo seleto de jogadores.

- Infelizmente não foi os "500 jogos" que eu gostaria, lógico que a gente quer sempre ganhar, quer sempre vencer, não quer ser vazado assim. Aproveitar para agradecer todo mundo por essa marca, que ajudou, que contribuiu, se eu fosse parar para falar de todos tem muita gente, não tem nem dimensão, meu muito obrigado, obrigado ao Corinthians por me ajudar, ninguém chega a lugar nenhum sozinho - concluiu o camisa 12 corintiano.

Agora, o Corinthians volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h30, quando recebe o Ceará, na Neo Química Arena, pela 34ª rodada do Brasileirão-2020. O jogo contra o Santos, que seria neste domingo, pela 33ª rodada, foi adiado por conta da disputa da final da Copa Libertadores. Atualmente, o Timão está na nona posição na tabela, com 45 pontos, seis atrás do primeiro clube no G6.

Últimas