Campeonato Inglês vai trabalhar com atletas negros contra racismo

Os dirigentes da competição querem iniciar debate com os principais jogadores negros do torneio para criar medidas que visam erradicar o racismo

No começo do mês, torcedor do Tottenham atirou casca de banana em Aubameyang

No começo do mês, torcedor do Tottenham atirou casca de banana em Aubameyang

Divulgação/Twitter

A Premier League quer fazer uma reunião com os principais jogadores negros da competição para debater o racismo, segundo aponta o 'Sportsmail'. As últimas rodadas foram marcados por injúrias raciais contra Aubameyang, do Arsenal e Sterling, do Manchester City.

Os chefes da Premier League querem erradicar o racismo nos estádios e bão buscar o diálogo com os jogadores negros para criar medidas que possam combater, de fato, o racismo. Além disso, a competição também vai buscar o contato com ex-jogadores, principalmente os que se posicionaram, durante a carreira, contra o preconceito racial.

A decisão foi tomada um dia antes do confronto entre Arsenal e Tottenham, nesta quarta-feira, pelas quartas de final da Copa da Liga Inglesa. No último encontro entre as duas equipes, no dia 3 de dezembro, um torcedor dos Spurs atirou uma casca de banana em Aubameyang.

Um estudo da 'Kick Out', uma instituição que combate a discriminação no futebol, aponta que houve um aumento de 22% nos casos de racismo na Premier League. E em uma pesquisa global feita com 27 mil torcedores, em 38 países diferentes, que mais de 50% dos entrevistados já testemunharam racismo nos estádios.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook. 

Com Chelsea e Arsenal, Liga Europa define classificados aos mata-matas