Copa São Paulo
Futebol Assistência, gol e taça: Antony é o craque do São Paulo e da Copinha

Assistência, gol e taça: Antony é o craque do São Paulo e da Copinha

Camisa 7 do São Paulo brilha em final contra o Vasco: cruzamento milimétrico para Gabriel Novaes e gol no segundo tempo

Assistência, gol e taça: Antony é o craque do São Paulo e da Copinha

Jogador deve integrar os profissionais em 2019

Jogador deve integrar os profissionais em 2019

Lance

Campeão com méritos da Copa São Paulo de Futebol Júnior, o São Paulo teve a seu favor o bom futebol do indiscutível craque do torneio, o garoto Antony, de 18 anos.

Observado de perto por André Jardine, técnico do profissional do Tricolor Paulista, o atacante teve uma atuação de gala no Pacaembu: assistência, gol e dribles. Nos pênaltis, não bateu, pois já havia sido substituído.

Antony está nos planos de Jardine para a temporada de 2019 para integrar o elenco profissional.

O jogador estava cotado a fazer a pré-temporada com o time na Flórida, nos Estados Unidos, mas desceu novamente ao sub-20 para a disputa da Copinha e terminou campeão. Foram seis assistências e quatro gols.

Logo no começo do jogo, o carequinha da camisa 7 já se destacava em meio aos outros dez carecas do Tricolor - todos rasparam a cabeça antes da partida, em homenagem a garotinha Larissa, símbolo da equipe na Copinha, que, aos seis anos, luta contra um câncer no cérebro. Boa movimentação de um lado para o outro, passes rápidos e habilidade no um contra um.

O primeiro ato decisivo de Antony saiu ainda no primeiro tempo. Passou o pé em cima da bola, encarou o marcador pela direita e achou o artilheiro Gabriel Novaes em cruzamento preciso. Foi sua sexta assistência na Copinha, todas para o atacante goleador. Ali, começava a definição do campeão.

O segundo ato foi na etapa complementar. Logo no começo, foi lançado em profundidade para ganhar na corrida de Gabriel Norões, driblar o zagueiro vascaíno e ampliar o marcador a favor do Tricolor. As 28 minutos, pediu para ser substituído e não estava mais em campo quando o São Paulo sofreu dois gols de empate do Vasco. Tampouco participou das penalidades.