Futebol Árbitro que apitará Choque-Rei tem histórico polêmico com o São Paulo

Árbitro que apitará Choque-Rei tem histórico polêmico com o São Paulo

Time nunca venceu como visitante com Wilmar Roldán no apito. Além disso, juiz já foi acusado de racismo por ex-jogadores tricolores

Lance
Wilmar Roldán é desafeto antigo por parte do São Paulo, que enfrenta o Palmeiras nesta terça

Wilmar Roldán é desafeto antigo por parte do São Paulo, que enfrenta o Palmeiras nesta terça

Lance

O duelo entre Palmeiras e São Paulo pelas quartas de final da Libertadores, nesta terça-feira (17), será apitado pelo colombiano Wilmar Roldán. O árbitro, porém, tem um histórico controverso com o Tricolor, que nunca venceu fora de casa em partidas comandadas por ele. Além dessa estatística, algumas polêmicas marcaram os encontros entre Roldán e São Paulo.

Jogando fora de casa, o São Paulo teve quatro jogos apitados por Wilmar Roldán, dos quais perdeu todos.

Libertad (PAR) 2 x 0 São Paulo - Copa Sul-Americana - 26/11/2011
Bolívar (BOL) 4 x 3 São Paulo - Copa Libertadores - 30/01/2013
Talleres (ARG) 2 x 0 São Paulo - Copa Libertadores - 06/02/2019
LDU (EQU) 4 x 2 São Paulo - Copa Libertadores - 22/09/2020

Nesses confrontos, o São Paulo somou duas eliminações, na Sul-Americana em 2011 e na Libertadores em 2019, ainda na fase preliminar do torneio.


Porém, esses dados nada condizem à qualidade do juiz e tampouco foram condicionados por sua conduta. As polêmicas nascem de dois capítulos protagonizados por Wilmar Roldán em jogos do São Paulo, com casos de racismo dentro de campo.

Na derrota do Tricolor por 2 a 0 para o Libertad, do Paraguai, na Copa Sul-Americana de 2011, após a partida que culminou na eliminação do São Paulo, Roldán expulsou o lateral Juan. O árbitro foi acusado pelo jogador de ter proferido ofensas racistas.

- No lance em que fui cobrar os três minutos de acréscimo, o árbitro falou para mim: 'sai daqui, macaco'. E quando eu falei para ele, 'me chama agora de macaco', ele agiu covardemente e me expulsou. Isso que a Conmebol faz é uma brincadeira - comentou Juan, após o jogo.

Em 2013, nova polêmica, dessa vez pela Libertadores. No empate por 1 a 1 com o Arsenal de Sarandí, da Argentina, no Pacaembu, Roldán marcou um pênalti controverso para o time visitante, aos três minutos da segunda etapa. Ao fim do jogo, o árbitro expulsou o atacante Luis Fabiano.

Após a partida, Luis Fabiano afirmou que havia reclamado do tempo de acréscimo desproporcional dado por Roldán no segundo tempo. O atacante falou, também que o colombiano não tomou nenhuma atitude em relação aos insultos de cunho racista proferidos pelos adversários.

- O juiz estava estranho, falando que ia me tirar do jogo. Os jogadores do Arsenal me chamaram de macaquito várias vezes, mas eu não seria idiota de insultar o juiz - afirmou Luis Fabiano.

Na terça-feira (17), o São Paulo enfrenta o Palmeiras fora de casa, buscando quebrar seu histórico negativo em jogos como visitante apitados por Wilmar Roldán, precisando da vitória ou de um empate com dois gols marcados ou mais para se classificar.

A bola rola a partir das 21h30 no Allianz Parque e, após o empate em 1 a 1 no primeiro jogo, no Morumbi, o 0 a 0 classifica o Palmeiras, enquanto o empate em 1 a 1 leva o jogo às penalidades.

Com Messi, Neymar vira o favorito ao prêmio de melhor do mundo?

Últimas