Futebol Árbitro de jogo com o Flamengo já teve polêmica com o São Paulo

Árbitro de jogo com o Flamengo já teve polêmica com o São Paulo

Rodolpho Toski Marques teve atuação confusa em duelo contra o Fortaleza, na Copa do Brasil, e foi vetado pelo clube paulista

Lance
Rodolpho Toski Marques foi vetado pela diretoria do São Paulo em jogo contra Grêmio

Rodolpho Toski Marques foi vetado pela diretoria do São Paulo em jogo contra Grêmio

Lance

O São Paulo terá um 'velho conhecido' na arbitragem contra o Flamengo, nesta quinta-feira (25), às 21h30, no Morumbi, pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo vale muito para as duas equipes. Para o Tricolor, a vaga na fase de grupos da Libertadores e para o Rubro-Negro, o título do Brasileirão.

Tudo começou no empate por 3 a 3 contra o Fortaleza, curiosamente comandado por Rogério Ceni, pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Especificamente no segundo tempo da partida, Rodolpho Toski Marque expulsou Felipe Alves e Romarinho, do Fortaleza, e também expulsou Fernando Diniz, então técnico do São Paulo, por reclamação. A partida ainda teve dois gols anotados e duas chamadas do VAR - somente o lance que originou o cartão vermelho para Felipe Alves ficou paralisado por quase dez minutos. Ao fim do tempo regulamentar, o árbitro deu nove minutos de acréscimo.

"Achei a arbitragem muito confusa. Hoje, o árbitro adotou um critério de marcar muita falta e depois ele foi mudando. O lance do Felipe Alves era um lance muito claro e não precisava do VAR. Ele demorou quase onze minutos. O acréscimo jamais poderia ter sido nove minutos. Tinha que ser no mínimo onze mais dois, três ou quatro. Essa foi a minha reclamação. O Fortaleza começou a retardar, eu reclamei do tempo, ele disse que fui insistente e me expulsou", explicou Diniz na ocasião.

São Paulo pediu troca do árbitro na escala da CBF
Após essa partida, o São Paulo enfrentou o Grêmio, pelo Campeonato Brasileiro. Na primeira escala da arbitragem, Toski foi escolhido para comandar o VAR dianto dos gaúchos. No entanto, após pedido do Tricolor, a CBF o trocou e escalou Elmo Alves Resende Cunha.

No entanto, o jogo teve mais polêmicas. O Tricolor gaúcho reclamou de diferentes lances. Segundo a diretoria gremista na época, a arbitragem não viu falta após disputa entre Reinaldo e Pepê. Os gremistas pediram pênalti, mas o lance aconteceu fora da área. Porém, o lateral-esquerdo poderia ter sido expulso caso o VAR considerasse que fosse lance claro de gol.

No segundo tempo, Reinaldo teria derrubado Geromel na área, mas o juiz não considerou pênalti. Na ocasião, o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr, pediu a anulação da partida, mas o seu pedido não foi acatado pela CBF.

Maior vitorioso do estádio! Rogério Ceni enfrenta São Paulo no Morumbi

Últimas