Futebol Após quatro jogos sem entrar em campo, Luan volta a ser titular pelo Corinthians

Após quatro jogos sem entrar em campo, Luan volta a ser titular pelo Corinthians

Meia-atacante foi autor da assistência no único gol do Timão na derrota de virada, por 2 a 1, contra a Ferroviária, nesta terça-feira (13)

Lance
Lance

Lance

Lance

O meia-atacante Luan voltou a entrar em campo após quatro jogos consecutivos ficando apenas no banco de reservas. Ainda que o Corinthians tenha entrado em campo com uma equipe mista, mais puxada para reserva, o jogador foi titular e atuou durante 85 minutos na derrota de virada por 2 a 1, contra a Ferroviária, na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, em jogo adiantado da nona rodada do Campeonato Paulista.

Como titular, a última vez do atleta pelo Timão havia sido no dia 14 de março, quando iniciou a vitória corintiana por 1 a 0 sobre São Caetano, no estádio Anacleto Campanella, no ABC Paulista, pela quarta rodada do Paulistão.

>> Confira a tabela do Campeonato Paulista e simule os próximos jogos

Autor da assistência do único gol corintiano, ainda no primeiro tempo, o camisa sete, que nesta segunda-feira (13), confessou certa chateação com o técnico Vagner Mancini, por conta da falta de oportunidades, em uma entrevista ao programa Arena SBT, foi um dos melhores jogadores do Timão, durante uma boa etapa inicial.

Mais próximo da área, o jogador buscou o chute três vezes enquanto esteve em campo: um acertou o gol, outro foi para fora e o terceiro foi bloqueado no meio do caminho.

Em relação aos passes, foram 35 certos, um aproveitamento de 87,5% dentre os 55 toques dados pelo médio-ofensivo na partida, segundo melhor aproveitamento, a frente apenas do volante Xavier.

Contratado no início de 2020 pelo Corinthians, em um investimento de R$ 28,9 milhões por 50% dos direitos, o camisa sete fez 48 jogos pelo Timão, sendo dois pela Florida Cup, torneio de pré-temporada realizado no início da temporada passada, e 31 como titular.

Sob o comando do técnico Vagner Mancini, Luan esteve disponível em 30 das 33 partidas, jogando em 18 e titular em sete.

Últimas