Futebol Após pressão, Jorginho não resiste e deixa cargo de técnico do Vasco

Após pressão, Jorginho não resiste e deixa cargo de técnico do Vasco

Treinador não resistiu a mais uma derrota e foi demitido na noite desta segunda-feira pelo clube após reunião com o presidente Alexandre Campello

Brasileirão 2018

Jorginho ficou apenas dez jogos no comando do Vasco

Jorginho ficou apenas dez jogos no comando do Vasco

Lance

No fim da noite desta segunda-feira (13), o técnico Jorginho foi demitido do Vasco. O então treinador não aguentou a pressão após a derrota para o Palmeiras, na noite do último domingo, em São Paulo, pelo Campeonato Brasileiro. Ele deixa o clube após dez jogos nesta segunda passagem - com quatro vitórias, um empate e cinco derrotas, sendo quatro delas nos últimos cinco jogos e nenhum ponto conquistado como visitante. A primeira havia ocorrido do segundo semestre de 2015 e o fim de 2016.

Ao lado de Jorginho, deixa o Vasco o preparador físico Joelton Urtiga. A atividade desta terça-feira à tarde, no CT das Vargens, quando o time se reapresenta, será comandada pelo auxiliar-técnico Valdir Bigode. A decisão pela saída do treinador aconteceu após reunião com o presidente Alexandre Campello na noite desta segunda. O mandatário, inclusive, era o único que seguia prestigiando o treinador, mas não conseguiu segurá-lo depois de ser pressionado por outros dirigentes do clube.

"Jorginho não é mais o técnico do Vasco. A decisão foi tomada em consenso na noite desta segunda-feira (13/08) entre ele e o Presidente Alexandre Campello. Junto com o treinador deixa o Club o preparador físico Joelton Urtiga. Nesta terça-feira (14) à tarde, durante a reapresentação do time no CT das Vargens, a atividade será comandada pelo auxiliar Valdir Bigode.

Nesta segunda passagem pelo Vasco, Jorginho somou quatro vitórias, um empate e cinco derrotas. Atualmente, o time ocupa a 15ª colocação no Campeonato Brasileiro, com 19 pontos e dois jogos a menos na tabela. O Club agradece ao técnico pelos serviços prestados e deseja sorte ao profissional em seu próximo desafio".

Quantos clubes trocaram de técnico no Campeonato Brasileiro 2018?