Ajax rescinde contrato de meia que ficou quase três anos em coma

Clube está passando por dificuldades financeiras por conta do novo coronavírus e também fará o mesmo com outros jogadores do elenco

Abdelhak Nouri acordou do coma nos últimos dias

Abdelhak Nouri acordou do coma nos últimos dias

Lance

Após ficar em coma por dois anos e nove meses, o meia Abdelhak Nouri, do Ajax, acordou na semana passada e teve alta do hospital. Porém, o clube holandês rescindiu o contrato do jogador, de acordo com informações do jornal "De Telegraaf".

A decisão tem como base a crise que o clube enfrenta por causa da pandemia de coronavírus e uma nova política de redução de custos. Outros jogadores da equipe também terão seus vínculos encerrados.

A família de Appie, como é conhecido Nouri, processou o Ajax em 2018, um ano depois do jogador sofrer a arritmia cardíaca. O clube ofereceu 5 milhões de euros, segundo a imprensa da Holanda, mas a família não aceitou. Ex-diretor, Van der Sar disse que o Ajax tratou a situação de forma "inadequada".

Cristiano Ronaldo faz quarentena com a família na Ilha da Madeira