Futebol Ainda sem receber pela preferência, São Paulo espera vender Maia ao Barcelona até quarta

Ainda sem receber pela preferência, São Paulo espera vender Maia ao Barcelona até quarta

Clube catalão adquiriu a prioridade de compra do jovem atacante por 1 milhão de euros, mas ainda não efetuou o pagamento. Valor total da negociação é de 4,5 milhões de euros

Lance
Lance

Lance

Lance

O Barcelona tem até quarta-feira, dia 15 de julho, para efetuar a compra do atacante Gustavo Maia, de 19 anos, joia da base do São Paulo. Ele ficou no banco na partida contra o Botafogo-SP, pelo Paulistão deste ano, mas ainda faz parte do elenco sub-20.

O clube catalão adquiriu a prioridade de compra do atleta por 1 milhão de euros (R$ 6 milhões na cotação atual), valor que deveria ter sido depositado em março. Por causa da pandemia, este pagamento não foi feito até agora, mas o acordo segue de pé. O Tricolor, inclusive, receberá esta quantia mesmo que Maia não seja comprado pelos catalães.

O valor estipulado para compra é de 3,5 milhões de euros (R$ 21 milhões), além do preço combinado para a aquisição da preferência. O Barça precisará desembolsar, então, 4,5 milhões de euros (R$ 27 milhões) se quiser ficar com o jovem que se destacou na Copinha deste ano.

O São Paulo ainda não recebeu nenhuma confirmação da equipe espanhola de que ao negócio sairá, mas acredita que a venda será efetuada pelas sinalizações dadas pelo Barça ao estafe do jogador, que tem muito otimismo no acordo há tempos.​

A negociação dará fôlego extra ao Tricolor, que passa por dificuldades financeiras. O orçamento de 2020, que não considerava os efeitos da pandemia, prevê 33 milhões de euros (R$ 198 milhões na cotação atual) em vendas de atletas - a venda de Antony, embora fechada neste ano, não entra nesta conta, pois o documento foi elaborado quando se imaginava que o jovem atacante seria negociado ainda em 2019.

Últimas