Dedé cobra Ceni sobre T.Neves e técnico pode deixar Cruzeiro

Zagueiro teria cobrado a não utilização de Thiago Neves contra Ceará, além de pedir que treinador ajude recuperar o futebol do camisa 10 da Raposa

Rogério Ceni está com futuro aberto no Cruzeiro

Rogério Ceni está com futuro aberto no Cruzeiro

Luis Moura/WPP

Após o empate contra o Ceará, 0 a 0, pelo Campeonato Brasileiro, o zagueiro Dedé teria pedido a palavra no vestiário e cobrado do treinador do Cruzeiro que ele ajude a recuperar o futebol de Thiago Neves, que não foi utilizado na partida, em detrimento do jovem Maurício.

Veja mais: Para o Corinthians, a dolorida eliminação tem dono: Carille

Ceni alegou que o garoto da base estava com mais “brilho” para entrar em campo diante do Vozão, por isso optou por ele.

Após a fala de Dedé no vestiário e ouvindo as cobranças, Rogério Ceni teria deixado o ambiente e deixou os atletas sem comentar ou responder o fato. A informação foi noticiada inicialmente pela Rádio Itatiaia e confirmada pela reportagem.

Os jogadores saíram do vestiário cerca de 20 minutos depois que Rogério deixou o local, sozinho.

Ao ser questionado sobre a situação, Ceni foi polido e apenas reforçou que o grupo de jogadores queria ter vencido o jogo e que a vitória teria os deixado mais satisfeitos do que um ponto conquistado.

Perfis de redes sociais que seguem o dia a dia do Cruzeiro afirmam que o treinador entregou o cargo, mas que a diretoria celeste ainda não teria decidido se aceita ou não. A Raposa também não confirma esse fato.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook

Brasileirão tem Santos e Palmeiras em busca do líder Flamengo