Lance De volta a São Januário, Dedé lamenta brigas na torcida do Vasco

De volta a São Januário, Dedé lamenta brigas na torcida do Vasco

"É feio para o Brasil, para o futebol brasileiro", disse o ex-vascaíno após goleada do Cruzeiro, que eliminou equipe carioca da Libertadores

vasco, cruzeiro, libertadores, torcida, dedé,

Cruzeiro foi a São Januário e goleou o Vasco por 4 a 0

Cruzeiro foi a São Januário e goleou o Vasco por 4 a 0

Pilar Olivares/REUTERS - 02.05.2018

A volta de Dedé a São Januário teve fortes emoções - talvez, não muito boas. O zagueiro, querido pela torcida vascaína, ouviu elogios no estádio, mas viu brigas paralisarem a partida e protestos nas arquibancadas.

Decepcionado, ele lamenta algumas atitudes, diz que os torcedores 'têm muito mais a oferecer' e dá conselhos após a goleada cruzeirense no Rio de Janeiro.

"É feio para o Brasil, para o futebol brasileiro. Estamos expostos à violência. O Vasco tem muito mais a oferecer do que essas confusões. Pelo que passei aqui, vi que a torcida é muito forte, tem muita gente no país todo e o que aconteceu não é legal. Tomara que vejam isso e pensem direitinho. Todo torcedor fica chateado de perder, mas precisam pensar duas vezes antes de tomar uma atitude dessas", afirma o zagueiro.

No primeiro tempo, após o terceiro gol do Cruzeiro, uma parte da torcida do Vasco atrás do gol de Martin Silva iniciou uma confusão nas arquibancadas.

A polícia interveio, disparou spray e ouviu xingamentos. Parte do tumulto aconteceu por conta da revolta de alguns vascaínos, que hostilizavam a atual gestão e o ex-presidente Eurico Miranda.

VASCO DA GAMA: Zé Ricardo após eliminação: "Duro"

R7 Esportes no Facebook. Curta a página!

Goleado e eliminado, Vasco sofre com zoações; veja memes

    Access log