Lance Com Berrettini e Sinner, Itália quebra marca de 49 anos em Slams

Com Berrettini e Sinner, Itália quebra marca de 49 anos em Slams

Os dois tenistas estão classificados às quartas do Australian Open

Lance
Lance

Lance

Lance

Não é novidade que o tênis italiano vive ótima fase, com diversos jogadores no top 100 e alguns jovens que despontam entre as principais promessas do circuito. O bom momento está sendo ratificado no Australian Open.

Com as chegadas de Matteo Berrettini e Jannik Sinner nas quartas de final, o tênis do país europeu quebrou um tabu que já durava 49 anos.

Desde Roland Garros 1973, não havia dois italianos juntos entre os oito melhores de um Slam em simples masculino. Naquela ocasião, Adriano Panatta e Paolo Bertolucci atingiram tal fase.

Ambos acabaram eliminados pelo mesmo nome: Nikola Pilic. O iuguslavo ganhou de Bertolucci nas quartas e de Panatta na semi, antes de perder a final para o romeno Ilie Nastase.

No Australian Open 2022, Berrettini terá o francês Gael Monfils pela frente, enquanto Sinner espera o grego Stefanos Tsitsipas ou o norte-americano Taylor Fritz.

Últimas